28/12/2012

Sacrifício e Adoração - Damares

Que Deus seja glorificado em tudo,trazemos aos nossos leitores, mais um louvor que edificará a quem nos acompanha: Sacrifício e Adoração na voz de Damares,Deus abençoe e seja edificado neste louvor!


24/12/2012

Feliz Natal !


A todos um feliz Natal,repleto da bênção de Deus.Que verdadeiramente Cristo se manifeste como aquele que reina em nossos corações,aquele que transforma nosso entendimento,aquele que é o direcionador da nossa alma.

Não nos esqueçamos que a mesma comunhão que teremos neste período com nossos familiares é a comunhão que o Senhor Jesus almeja ter conosco.Nesta data,lembramo-nos apenas de presentear aqueles que nos são chegados e,muitas vezes,negligenciamos uma rendição incomparável àquele que se fez carne para nos dar vida!

Aproveite esta data para celebrar,com Cristo,a união da família,apesar de todos as dificuldades da caminhada,as vitórias alcançadas ao longo de 2012,e tudo aquilo que Deus tem concedido por Sua infinita graça e misericórdia.

A todos,feliz Natal em nome de Jesus! 

Gabriel Queiroz - Blog Verdade Profética

22/12/2012

Vou deixar na Cruz - Kléber Lucas

Um louvor abençoado,inspirado em Deus pro teu coração.Vou deixar na cruz,na voz do homem de Deus Kleber Lucas.Deus abençoe!



17/12/2012

Natanael - Um israelita no qual não há dolo


Seguido o batismo de Cristo,cumprindo a justiça de Deus,o Senhor inicia seu ministério chamando aqueles que seriam seus apóstolos.Inicialmente Andre e Pedro,seguido de Filipe,o qual compartilhou da graça com Natanael.Este Natanael,que também é o mesmo Bartolomeu em Marcos 3.18,foi de encontro a Cristo,pelo convite de Filipe,questionando se realmente o Messias predito por Moisés era vindo.Natanael era de Caná da Galileia próximo a Cafarnaum (Jo.21.2),onde se realizou o primeiro milagre de Jesus.

- Evangelho de João 1.43-49 -

I-O Cristo Galileu:

Havia em Natanael uma quanto a realidade da manifestação do Messias.Duvidava que Nazaré pudesse ser o lugar onde o Ungido do Senhor acharia abrigo(v.46).A região da Galileia,ao norte da Palestina,tinha uma população formada sobretudo por judeus,mas, por sua mistura com povos pagãos e dialeto próprio(Mt.26.73) os galileus eram desprezados pelo judeus como ignorantes e traidores da Lei(Jo.7.41;Mc.14.70).E,talvez,por ter se fixado em Nazaré,tendo sua família ali,seja o motivo da dúvida de Natanael.

Já neste momento fica claro toda toda a repulsa que muitos judeus teriam ao Mestre.A marca de 'nazareno' que Cristo possuía,seria carregada por Ele até a cruz do Calvário (Jo.19.19).As características de um Cristo nazareno,que desprezou os palácios para apregoar o ano aceitável do Senhor aos humildes (Lc.4.18-19),não seriam aceitas por muitos judeus.

II-Duas Confissões de Poder:

O propósito do Evangelho de João é apresentar ao mundo Jesus Cristo,de forma a evidenciar que Ele é o Verbo de deus,isto é,mostrar que Ele,e somente Ele,é a voz de Deus na qual devemos nos basear e utilizar no acesso ao pai.O apóstolo,ao apresentar o salvador do mundo,não deixou de evidenciar aqueles que compreenderam que Jesus Cristo é o Senhor.Ao longo deste Evangelho de João,o escritor revela aquelas pessoas que confessaram verbalmente a divindade de Jesus:(1) João Batista [1.34]; (2) Pedro [6.69]; (3) o cego curado [9.35-38] (4)Marta [11.25];(5)Tomé [20.28] e (6) Natanael [1.49],alé, do próprio Senhor (5.25;10.36).E,nesta oportunidade,veremos a confissão de Natanael sobre Jesus e a confissão do próprio Senhor Jesus acerca de Natanael.

Logo quando vê Natanael,Cristo faz uma declaração acerca daquele filho de Abraão,dizendo que aquele é um israelita que não tem nenhuma violação à lei de Deus (v.47).Daquela confissão de Jesus,podemos tirar algumas conclusões sobre Natanael:

  1. Tinha um espírito submisso à Palavra de Deus (Rm.2.28-29) - No momento que Jesus faz tal confissão sobre Natanael,deixa claro que aquele homem era alguém que mantinha uma conduta de devoção genuína ao Deus de Israel.
  2. Tinha uma Palavra divina sobre si (2Tm.2.12) - Quando é formada a Escola Apostólica por Jesus,com os 12 discípulos,é bom lembrarmos que a escolha de quem seriam os apóstolos não foi por sorteio ou obra do acaso,mas,na realidade, se deu baseado em vidas que espiritualmente mantinham uma sede de Deus.No caso de Natanael,o próprio Cristo revela porque o havia chamado,evidenciando que sobre ele havia uma palavra divina que mostrava sua fidelidade.
E Natanael,ao ter um encontro com Jesus,logo teve uma experiência sobrenatural com o Mestre.Jesus,conhecendo as dúvidas do coração de Natanael,mostra-lhe que ele sonda os pensamentos e esquadrinha os corações,no momento em que fala que o contemplava debaixo da figueira(v.48).Jesus apresenta situações que somente Natanael conhecia:

  1. Conhece o caráter(v.47) - Jesus,como Deus,sabia (e sabe) aquilo que carregamos em nosso espírito e coração.Ele nos sonda completamente( Pv.21.2;Ap.2.23) e
  2. Sabe os caminhos(v.50) - O Senhor,já no início do ministério traz esta segunda evidencia a Natanael,algo que somente aquele que é o onipotente Deus saberia (Jó.23.10; Sl.103.14; 142.3).
Experimentando dessa manifestação evidente de que Cristo é o Messias de Deus,Natanael não tem como fugir e,então, é convencido pelo Espírito de que aquele é realmente o Senhor e o confessa publicamente (v.49).Naquele momento,não há mais dúvidas e a confissão de Natanael torna-se o motivo pelo qual Deus o aceita.

*  *  *  *  *  *  * 
E você,leitor,o que Deus tem dito a seu respeito? qual tem sido a confissão de Cristo ao teu respeito? 

(Baseado em João 1.43-49)

15/12/2012

Pra guardar a fé


Boa noite,
que Deus ilumine nosso entendimento naquilo que Ele tem como propósito para as nossas vidas.
É bom que entendamos que às vezes Deus nos leva por caminhos que julgamos ser desnecessários e até mesmo opostos à promessa divina.Com uma visão meramente humana achamos que o Altíssimo tem demorado em cumprir promessas que acreditamos e confiamos,promessas que são verdadeiros milagres na nossa vida,como uma estéril dar à luz, como o cego enxergar,ou como o incrédulo se tornar um grande fiel a Palavra.Vendo pela ótica humana somos levados a imaginar que Deus,embora seja poderoso, não tem correspondido aquilo que temos crido,não tem correspondido à fé que depositamos em seu santo altar.
E,neste momento de incredulidade e distorção na compreensão da fé,vem o Espírito Santo! Ah,o Santo Espírito do Senhor,que intercede por nós,que nos faz lembrar da promessa divina, que nos faz acreditar,ainda que a figueira não floresça,ou que o produto da oliveira minta,ou que talvez não haja vacas nos currais,que o Deus de Jacó é o nosso refúgio e fortaleza,socorro bem presente na hora da tribulação,na hora da angústia,e da descrença.Ele é presente mesmo nos momentos que não acreditamos.

Guarde essa palavra no teu espírito e que Deus abençoe em nome de Jesus!

07/12/2012

João 1 - O Verbo


Logo no início da carta escrita por João,percebemos que o apóstolo não se prende a genealogia de cristo e parte logo para a definição da pessoa de cristo.O apóstolo do amor identifica Cristo como a sabedoria de Deus personificada e entregue aos homens, por Deus, como aluz do mundo.

O Verbo criador e idealizador

Ao apresentar a,na sua carta,o Messias ao mundo,João traz ao leitor a perspectiva espiritual de Cristo.O apóstolo mostra inicialmente Cristo como o 'verbo' presente na criação,não como um elemento criado por Deus,mas,apresenta-o como o Filho unigênito presente na criação e agente nessa obra.

Cristo já manifestava seu eterno poder muito antes de sua manifestação em carne,no princípio de toda a história humana,Ele já se fazia presente (Jo. 8.58).Naquele momento ele não somente estava presente ali,mas,também operava (Gn. 1.26).No primeiro capítulo de Gênesis,no vers.26, a Plenitude da Divindade é revelada quanto sua operação.Em todos os estágios da criação,somenete havia sido utilizado o termo 'haja',Deus criou a terra e deu ordens posteriores para que daquela criação inicial,outras formas de vida se manifestassem,fossem geradas a partir da própria terra. 

"20 E disse Deus: Produzam as águas cardumes de seres viventes; e voem as aves acima da terra no firmamento do céu.
24 E disse Deus: Produza a terra seres viventes segundo as suas espécies: animais domésticos, répteis, e animais selvagens segundo as suas espécies. E assim foi."
- (Gênesis 1)



Até o momento que Deus cria a terra e todas as formas de vida,não é possível identificar a trindade divina.E,amado leitor, isto não ocorre por acaso.Deus somente moveu-se plenamente no momento que cria o homem,isto é, ao idealizar o homem,à sua imagem e semelhança,Deus revela-se plenamente,na Pessoa do Pai, do Filho e do Espírito Santo para criar aquele que seria o baluarte de toda a criação,uma vez que imagem do Divino (v.26). João,identificando isso,notando essa ideia da operação de Cristo em Gênesis, mostra que a atuação de Cristo está intimamente relacionada com 'dar forma ao homem'conforme a  imagem divina apresentada por ele mesmo em carne.

Com o pecado do homem,em desobediência a Deus,Cristo manifesta-se em carne justamente para restaurar a imagem divina na criatura corrompida pelo pecado.No vers.3 fica claro perceber que,assim como na criação,o propósito era gerar um homem com a imagem do Senhor,agora, em Cristo, o propósito do Pai é restaurar esta imagem perdida pelo pecado que todos cometemos.Agora, Cristo é apresentado como o meio pelo qual obtemos a comunhão quebrada pelo pecado.

"15 E por isso é mediador de um novo pacto, para que, intervindo a morte para remissão das transgressões cometidas debaixo do primeiro pacto, os chamados recebam a promessa da herança eterna."-(Hebreus 9)


Neste primeiro capítulo de João,Cristo identifica-se como aquele que faz novas todas as coisas,uma vez que é a própria Palavra,o agente criador de tudo.

"5 E o que estava assentado sobre o trono disse: Eis que faço novas todas as coisas."- (Apocalipse 21)

*  *  *  * 

05/12/2012

O cristão e a árvore de Natal

Então é Natal,amado leitor,e,nessa época,muitos são aqueles que criam uma série de mitos e 'mandamentos' específicos ao momento.Surgem,no meio evangélico,dúvidas e questionamentos a muitos crentes quanto a alguns pontos: árvore de Natal, dia 25 de Dezembro,papai Noel, e o Natal em si.Hoje trataremos da árvore de Natal.

Lembro-me que quando me converti (isso há uns 6 ou 7 anos),muita coisa era demonizada ainda,mas,gradativamente, chegávamos ao estado que estamos hoje,onde nada é pecado, pode tudo,num verdadeiro oba-oba celestial.Como muita coisa mudou,a ideia de que a a árvore de Natal era coisa do capeta também caiu por terra.Mas afinal,é lícito ao cristão tê-la em sua casa?

Pela falta de informação muitos ainda acreditam que esta árvore tem o poder maligno de destruir a vida do crente pelo simples fato de levá-la para seu lar.As origens deste costume de levar uma árvore (pinheiro) para casa no período do inverno,na neve, surgiu,sim,como muitos sabem,de povos pagãos da região dos países bálticos que,no solstício do inverno [i.e. no início do inverno] cortavam os pinheiros e levavam-os para casa decorando de forma semelhante como é feita na árvore de Natal.Vale lembrar ao leitor que muitos povos pagãos relacionavam as árvores a símbolos divinos,cultuando-as e realizando festivais a seu favor. Este costume pagão se alastrou e um monge beneditino (São Bonifácio) tentou acabar com essa crença pagã,mas, não obteve sucesso e logo teve outra ideia brilhante,que era baseada na filosofia católica do sincretismo religioso:tratava-se de associar o pinheiro à Trindade,isso mesmo,as três pontas do pinheiro fariam referência ao Pai,Filho e Espírito Santo de Deus,ao invés de ser algo tido como poderoso ou divino.E a ideia foi aceita e se misturou ao cristianismo.

Pois muito bem,amado leitor,como sabemos,muitas coisas foram acrescentadas ao cristianismo,que tinham origens duvidosas.Mas sinceramente,é de se duvidar que uma pessoa,crente ou não,compre um pinheiro,o decore, coloque presentes no pezinho dele, pisca-pisca,acreditando estar com um deus em sua casa! É diferente de você levar para sua casa,por exemplo,uma imagem de são Jorge,ou de Aparecida,ou de seja qual santo for; quem leva pra casa uma imagem destes,leva porque acredita que há alguma virtude naquilo, vai colocar num lugar alto, flores, um copo de água, um terço na mão daquela imagem e vai acender uma vela,e todos os dias vai cuidar daquilo ali como se estivesse vendo a imagem de Deus ali... Já quem compra a árvore de Natal,ainda que conheça as origens dela,não vai comprar,certamente, porque acredita que é 'santa' ou coisa do tipo.Vai comprar somente para decorar o ambiente,estando adequado ao momento.

Se há problema? Nenhum;Mas a Bíblia não fala nada? Não; Ah,mas não é pecado? De forma alguma.Dizemos a você com absoluta certeza que não há restrição nenhuma ao cristão ter uma árvore em sua casa e decorá-la como bem quiser.Como último argumento aos que são contrários,gostaria de propor a seguinte reflexão: Ora,se um mero pinheiro, uma árvore de Natal é capaz de derrubar um crente, será que a fé deste não é por demais miserável[1]?

*  *  *  *  *  *  *  *
Notas:
[1]-Miserável no sentido de não ser capaz de vencer uma coisa tão simples.Se não vence as simples,como vencerá as complexas?

03/12/2012

5 Coisas para fazer antes que o mundo acabe

Há menos de 1 mês daquilo que muitos acreditaram ser o fim do mundo,percebemos algumas necessidades.Coincidentemente o 'fim do mundo' se dará num final de ano e,se ocorrer,pelo menos você,meu leitor, já terá recebido seu Décimo-Terceiro salário... Como é final de ano e seguindo essa ideia de que,não o fim do mundo,mas,a volta de Cristo é algo que pode acontecer a qualquer momento,seguem 5 dicas do que fazer antes que o fim de todas as coisas aconteçam,boa reflexão!

1-Reparta daquilo que lhe sobra,seja dons, conhecimento, bens e um sentimento verdadeiro (Lc.3 .11;Lc. 6.35);

2-Faça discípulos, propagando aquilo que Cristo nos ensinou (Mt. 28.19);

3-Deixa de ser murmurador! Isso inclui todas as horas que você questiona a Deus "por que?..." (Fp. 2.14);

4-Ore mais,aproveite enquanto dá para achar a Deus... (Sl.32.6);

5-Sede Santo ! Mais do que nunca,faz-se necessário uma conduta de santificação por parte daqueles que são crentes.(Lv. 20.7)


*  *  *  *  *  *  *  *  *  *  *  *  *  *  *  *  *  *  *  *  *  *  *  *  * *  * * *  *

25/11/2012

EBD 2013 - Elias e Eliseu: Ministério de Poder para toda a Igreja

A Casa Publicadora das Assembléias de Deus do Brasil (CPAD),divulgou o tema da Lição da Escola Dominical do Primeiro Trimestre de 2013.Com o tema: "Elias e Eliseu: Ministério de Poder para toda a Igreja",a revista do primeiro trimestre é comentada pelo Pr. José Gonçalves,que é pastor da Assembleia de Deus em Água Branca,no Piauí.O Pr. José Gonçalves já atua como comentarista das lições da CPAD,é escritor,com vários títulos publicados,conferencista, presidente do Conselho de Doutrina da Convenção Estadual das ADs no Piauí e vice-presidente da Comissão de Apologética da CGADB.

Certamente que este tema nos edificará muito,eis as lições:

Lição 1- A Apostasia no Reino de Israel

Lição 2- Elias, o Tisbita

Lição 3- A Longa Seca Sobre Israel

Lição 4- Elias e os Profetas de Baal

Lição 5- Um Homem de Deus em Depressão

Lição 6- A Viúva de Sarepta

Lição 7- A Vinha de Nabote

Lição 8- O Legado de Elias

Lição 9- Elias no Monte da Transfiguração

Lição 10- Há Um Milagre em Sua Casa

Lição 11- Os Milagres de Eliseu

Lição 12- Eliseu e a Escola de Profetas

Lição 13- A Morte de Eliseu

*  *  *

23/11/2012

Os evangélicos na mídia

Na última semana,uma reunião causou estranheza a muitos que souberam de quem fez parte do evento.De um lado,os evangélicos e,de outro,a rede de informações mais poderosa do Brasil,a Globo.A reunião tinha como objetivo estreitar as relações entre a Rede de televisão e os evangélicos,e,ali,aqueles que se intitulam representantes deste povo,os pastores.Abrindo mão da função espiritual,mais uma vez sentaram à mesa com os infiéis para negociar espaço e visibilidade.

Ao ler essa notícia certamente muitos foram aqueles que se questionaram se é positivo esse envolvimento com aquela que é,notoriamente,uma opositora dos valores que os evangélicos defendemos.Mas,como fica fácil perceber,a proposta ali,por parte dos pastores que ali estavam,não era,absolutamente,ver a libertação daquele lugar,não era levar a Mensagem de salvação,a Mensagem de Cristo para aquele ambiente,não de maneira nenhuma... O objetivo de tais pastores era ganhar espaço naquela que é líder no segmento de comunicação neste país.

Evangélicos e a Mídia:

Não é de hoje que o crescimento da mídia voltada para o público evangélico é notado. Podemos caracterizar como ponto inicial o surgimento dos neo-pentecostais na TV,como RR Soares,bp. Macedo, Silas Malafaia e outros,que foram os precursores neste movimento,ganhando um espaço significativo nas programações de muitas emissoras.Emissoras com crises  e dificuldades financeiras abrem seus horários para tais lideranças com o intuito de gerar receita - e geram.

Com este crescimento de uma mídia voltada para os evangélicos,logo surgiram emissoras (ligadas à denominações) que começaram a apresentar um conteúdo integralmente evangélico em sua programação.Igrejas como Renascer, Internacional, Universal, passaram a ter suas próprias emissoras e transmitir o conteúdo que acha mais edificante a seus membros.A mais influente destas,liderada por Macedo,é,também,aquela que combate com a Globo,tentando a liderança e,para isso,abriu mão do conteúdo cristão e apresenta um conteúdo carnal e nocivo à fé,com o firme intuito de destruir sua principal concorrente.

Já outras lideranças tiveram uma sacada ainda melhor e foram além.Ao invés de tentar ganhar uma fatia do mundo,passaram a investir buscando o retorno dos crentes.Um caso clássico é a iniciativa de RR Soares,em apresentar a "Nossa TV", uma TV por assinatura que tem como público-alvo justamente os crentes,com uma programação que tenta alinhar as emissoras com o pensamento cristão e,assim, formou uma grade.E,obviamente, todos estes produtos o Missionário apresenta durante o 'show da fé',em suas reuniões.Não é preciso dizer que o investimento foi mais que bem-sucedido.

Outras experiências de lideranças evangélicas:

O ramo de mídia é,ao mesmo tempo que profundamente rentável,um instrumento poderoso.A comunicação possui,em si recursos poderosos para aquele que a sabe utilizar. E,sabendo disso,muitos líderes começaram aquilo que pode ser entendido como 'ante-sala do paraíso' aqui na terra.Criaram grandes redes de rádio, emissoras de televisão, sites, enfim,todos os meios possíveis de propagação de informação.

Recentemente dois líderes se destacam: Malafaia e Valdemiro Santiago.Os dois viram a necessidade de manter-se na mídia para garantir o crescimento.Note-se que nesta história recente,foi através da TV que Valdemiro conseguiu abocanhar muitos membros de sua concorrente,IURD,e alcançar o posto onde está.Então,para manter tudo isso,é preciso estar constantemente visível ao público para não ser engolido por outras que apresentem alguma novidade.

O pr. Silas,sempre mais cuidadoso,além de seus horários na TV e rádio,já tem um site de notícias,o "verdade gospel".Trata-se de um espaço com informações variadas e,obviamente, a opinião de Silas Malafaia expostas no site,relacionada,quase sempre,com as notícias que são veiculadas.

Outras lideranças também devem ser mencionadas como o casal Hernandes,da Renascer, com a Rede Gospel de TV e de rádio, o site igospel.com,entre outros.Já a Paz e Vida tem as rádios espalhadas pelo Brasil,além de horários em diversas emissoras.

A experiência do crescimento:

Não é necessário dizer que as igrejas que mantém uma estratégia destas,de manter-se na mídia,provam de crescimento grandioso.Todas aquelas que passaram a apresentar seus conteúdos na TV colheram de crescimento.É certo que pouco importa aquilo que o pregador irá falar,uma ver que temos provas claríssimas que o povo não tem interesse em carne de primeira,quem muitas vezes assiste a estes pregadores,não tendo muito conhecimento bíblico,logo são enredados por ventos de doutrinas e doutrinas de demonios transvestidos de doutrina bíblica.Então,muitos são os ministérios que começam a inchar com tais frequentadores.

E,dessa forma,a iniciativa destes pastores,mencionados anteriormente,no início deste artigo,é justamente esta,alcançar espaço para,quem sabe,conseguir atingir uma boa posição e colocar seus ministérios numa posição de destaque.

20/11/2012

Dinheiro com mulher montada na besta de Apocalipse 17

1-Europa montada em Zeus

"Europa era uma princesa,filha de Agenor,rei da Fenícia.Pela lenda,Zeus,o mais poderoso dos deuses,apaixona-se por Europa,mas,não consegue falar com ela.Sabendo da admiração que Europa tinha pelos touros de seu pai,Zeus transformou-se em um touro branco,com chifres e cascos de prata, e misturou-se com as manadas de seu pai.
Enquanto recolhia flores na praia,ela viu o touro e o acariciou e,vendo que era muito manso,subiu em suas costas.Zeus,aproveitando a oportunidade,raptou-a levando-a nas costas para a ilha de Creta.Revelando sua identidade,Zeus a coloca como a primeira rainha de Creta e,Europa,teve três filhos."
Fonte(s): Mitologia Grega
Esta semana foi noticiado a maior mudança na circulação do Euro em 10 anos.A adoção da figura de Europa,montada no touro,em lugar das janelas e portas das cédulas de Euro.Inicialmente a mudança afetará as notas de 5 euros sendo,gradativamente,vista nas outras cédulas nos próximos anos.

Tão logo surgiu essa notícia,não foram poucos aqueles que,munidos de profundo dom escatológico (?),afirmaram categoricamente ser isto mais uma demonstração da preparação do mundo e,principalmente do continente Europeu,para a vinda de um governo mundial, sob a liderança daquele que a Bíblia descreve como sendo o anticristo,o opositor de Cristo. Pois muito bem,muitos foram aqueles que ligaram esta notícia ao texto de Apocalipse 17,que diz:
"3 Então ele me levou em espírito a um deserto; e vi uma mulher montada numa besta cor de escarlata, que estava cheia de nomes de blasfêmia, e que tinha sete cabeças e dez chifres.
4 A mulher estava vestida de púrpura e de escarlata, e adornada de ouro, pedras preciosas e pérolas; e tinha na mão um cálice de ouro, cheio das abominações, e da imundícia da prostituição;
5 e na sua fronte estava escrito um nome simbólico: A grande Babilônia, a mãe das prostituições e das abominações da terra." (Ap.17)

E,a partir disto,dizem ser esta uma evidência daquilo que ocorrerá brevemente e uma clara demonstração da veracidade da Mensagem profética revelada nas Sagradas Escrituras.
Vale lembrar,para aqueles que não sabem,que esta figura mitológica de Europa,sendo raptada por Zeus já era utilizada em dinheiro europeu desde 2002 (pelo menos),nas moedas de 2 Euros da Grécia,ou seja,a mesma figura de uma mulher sentada sobre o touro branco já fazia parte do dinheiro europeu.
2-Moeda de 2 Euros Grega

  ---------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Fonte(s): Imagem 1 - Mitologia Grega
                  Imagem 2 - Desambientado

19/11/2012

Dicas de Bíblias de Estudo

Próximo dia 09/12/2012 é comemorado o Dia da Bíblia.Idealizado na Grã Bretanha,pelo Bispo Cranmer,em 1549,que incluiu a data (segundo domingo de Dezembro),no livro de orações do rei Eduardo VI.No Brasil,porém,o Dia vem sendo celebrada desde 1948,pela atuação da SBB (Sociedade Bíblica do Brasil) e tem como marco a manifestação pública na fundação da SBB,em São Paulo,no Monumento do Ipiranga.E,desde 2001,essa data especial passou a fazer parte do calendário oficial do País,pela Lei Federal 10335,que instituiu o Dia da Bíblia em todo o território nacional.

A data,extremamente exclusiva,ganha,em muitas Igrejas,um toque duplo de alegria aos crentes,pois,muitas são as denominações e Ministérios que celebram a Santa Ceia no segundo domingo de cada mês e,por isso,celebram este dia de forma toda especial.

Bom,então,preparamos uma lista das 10 Bíblias mais vendidas e breves comentários sobre a abordagem delas.Obviamente,a Mensagem é a mesma,imutável Palavra de Deus,mas, relativo a seus recursos para os leitores,cada uma apresenta os seus.

1-Bíblia Thompson - Um clássico entre aqueles que leem Bíblia... É uma Bíblia com grande conteúdo para aqueles que gostam de ler a Bíblia na forma de um estudioso.Aqueles que são acadêmicos na leitura da Palavra certamente a utilizam,contando com:
  • 7.000 referências como nomes,lugares e temas;
  • Análise de cada livro;
  • Suplemento arqueológico e mapas;
  • Estudos e profecias; 
  • Biografias,dicionário e concordância.
Seu investimento varia entre R$ 90 e R$ 120 na edição de Luxo.

2-Bíblia Temas em Concordância - Lançada pelo Pr. Silas Malafaia,este é um belo exemplo de como o hábito de ler a Bíblia como um estudo sistemático vem crescendo em todo o mundo e,obviamente,no Brasil também.Possuindo características muito interessante,esta Bíblia reagrupou todos os versículos bíblicos por categorias,o que facilita a leitura e a compreensão do texto.E,utilizando a NVI (Nova Versão Internacional),ao invés da mais lida no Brasil que é a versão de JFA(João Ferreira de Almeida).Características:
  • Todos os versículos bíblicos ordenados por assunto,em 27 grupos temáticos;
  • 4.600 assuntos principais;
  • 8.000 tópicos e sub-tópicos;
Investimento: R$ 114 acabamento de Luxo.

3-Bíblia de Estudo Pentecostal - A "queridinha" dos pentecostais,há décadas é a recomendada por diversos Ministérios.Assembléia de Deus,Deus é Amor e outras são as denominações que recomendam (ou recomendavam ?) sua utilização por parte dos membros.A Bíblia possui a tradução JFA e conta com:
  • 77 estudos no AT e NT;
  • Introdução panorâmica nos livros da bíblia;
  • Concordância e índice de símbolos temáticos;
  • Calendário para leitura em um ano;
  • Referência cruzada.
A única coisa que falta (se é que ainda falta???) é o dicionário Teológico,que não contém na BEP,fora isso,é certamente,a melhor Bíblia de estudo já publicada na língua portuguesa!

Investimento: R$ 120,oo na edição Luxo,tamanho grande.

4-Bíblia Palavras-Chave - Essa é para aqueles que gostam de buscar na raiz do idioma para entender a Mensagem.Com dicionários Grego e Hebraico,esta bíblia tem como objetivo auxiliar na difícil tarefa de interpretar a Mensagem.Ela possui:
  • Dicionário de Strong hebraico e grego;
  • Comentários exegéticos adicionais ao Dicionário de Strong;
  • Notas do Texto bíblico;
  • Auxílios léxicos e gramaticais das palavras do AT e NT.
Investimento:R$ 130,00,ed Luxo.


5-Bíblia Shedd - Bíblia com mais de 10 mil comentários,em nota de rodapé,muito usada por pregadores e estudantes de Teologia,ela possui:
  • Cronologia bíblica;
  • Concordância;
  • 10 mil notas de rodapé;
Investimento:R$ 120,00



6-Bíblia Apostólica - Criticada por muitos,a Bíblia Apostólica,primeira bíblia desse segmento no mundo (?),possui anotações do Apóstolo Estevam Hernandes,da Renascer em Cristo.Apresenta os ideais defendidos pelas igrejas Apostólicas,contendo:
  • Introdução geral com base nos fundamentos apostólicos;
  • 40 estudos,ofertas e perfis;
  • Dicionário com 500 palavras;
  • 5.000 notas de referência.
Investimento:R$ 110,00

7-Bíblia do Círculo de Oração - O trabalho do Círculo de Oração certamente foi dignamente reconhecido com esta bíblia.Uma bíblia lançada voltada para os trabalhos desenvolvidos pelo Círculo de Oração,não é apenas voltada para o público feminino,mas, para todos os interessados no assunto e nesta prática indispensável.Possui:
  • Lista com razões para orar;
  • 1000 notas mostrando a oração na vida dos personagens bíblicos;
  • Quais destes personagens tiveram as orações respondidas;
  • Guia para uma semana de oração.
Investimento:100,00 ed. com Harpa Cristã.

8-Bíblia Dake - Também é uma daquelas muito criticadas,mas,de inegáveis recursos ao leitor.Uma bíblia completíssima para aqueles que gostam de recursos e instrumentos na leitura bíblica,ela tem:
  • 500.000 referências cruzadas;
  • 35.000 notas de comentários;
  • 8.000 esboços para sermões;
  • Concordância e Dicionário;
Investimento:R$ 90,00


9-Bíblia de Estudo Plenitude - Desenvolvida por mais de 60 conceituados especialistas da area bíblica,esta bíblia não tem restrições,é desenvolvida para pentecostais, tradicionais, enfim,é um instrumento para aqueles que querem se aprofundar no conhecimento bíblico,independente da denominação.Eis o que possui:
  • Concordância e dicionário;
  • Cronologia;
  • Plano de evangelização pessoal;
  • 40 estudos sobre 22 assuntos;
  • 550 termos teológicos;
  • 10 mil notas de estudo;
  • Artigos;
  • Aplicação prática dos ensinos de cada livro.
Investimento:R$105,00 a R$ 120,00.

10-Bíblia de Estudo Genebra - Outra obra maravilhosa que contém recursos abundantes, além de ser uma obra de muita importância,tendo como origem o ano de 1560.Hoje em dia, ela já possui uma versão adequada,inclusive,à nova Ortografia,além de ter acrescido recursos.Veja:
  • Referencia cruzada;
  • 40 mil notas de estudo;
  • Quadros teológicos e temáticos;
  • Símbolos de fé das Igrejas reformadas;
  • Concordância e cronologia;
  • Símbolos de Westminster;
Investimento: R$ 120,00

Espero que tenha gostado e,se faltou alguma, não deixe de comentar,ok? E nos responda o seguinte: Qual é a Bíblia que você usa?

15/11/2012

As 95 Teses de Lutero


Debate para o esclarecimento do valor das indulgências
pelo Dr. Martin Luther, 1517

Por amor à verdade e no empenho de elucidá-la, discutir-se-á o seguinte em Wittenberg, sob a presidência do reverendo padre Martinho Lutero, mestre de Artes e de Santa Teologia e professor catedrático desta última, naquela localidade. Por esta razão, ele solicita que os que não puderem estar presentes e debater conosco oralmente o façam por escrito, mesmo que ausentes. Em nome do nosso Senhor Jesus Cristo. Amém.



1 Ao dizer: "Fazei penitência", etc. [Mt 4.17], o nosso Senhor e Mestre Jesus Cristo quis que toda a vida dos fiéis fosse penitência.
2 Esta penitência não pode ser entendida como penitência sacramental (isto é, da confissão e satisfação celebrada pelo ministério dos sacerdotes).
3 No entanto, ela não se refere apenas a uma penitência interior; sim, a penitência interior seria nula, se, externamente, não produzisse toda sorte de mortificação da carne.
4 Por conseqüência, a pena perdura enquanto persiste o ódio de si mesmo (isto é a verdadeira penitência interior), ou seja, até a entrada do reino dos céus.
5 O papa não quer nem pode dispensar de quaisquer penas senão daquelas que impôs por decisão própria ou dos cânones.
6 O papa não pode remitir culpa alguma senão declarando e confirmando que ela foi perdoada por Deus, ou, sem dúvida, remitindo-a nos casos reservados para si; se estes forem desprezados, a culpa permanecerá por inteiro.
7 Deus não perdoa a culpa de qualquer pessoa sem, ao mesmo tempo, sujeitá-la, em tudo humilhada, ao sacerdote, seu vigário.
8 Os cânones penitenciais são impostos apenas aos vivos; segundo os mesmos cânones, nada deve ser imposto aos moribundos.
9 Por isso, o Espírito Santo nos beneficia através do papa quando este, em seus decretos, sempre exclui a circunstância da morte e da necessidade.
10 Agem mal e sem conhecimento de causa aqueles sacerdotes que reservam aos moribundos penitências canônicas para o purgatório.
11 Essa erva daninha de transformar a pena canônica em pena do purgatório parece ter sido semeada enquanto os bispos certamente dormiam.
12 Antigamente se impunham as penas canônicas não depois, mas antes da absolvição, como verificação da verdadeira contrição.
13 Através da morte, os moribundos pagam tudo e já estão mortos para as leis canônicas, tendo, por direito, isenção das mesmas.
14 Saúde ou amor imperfeito no moribundo necessariamente traz consigo grande temor, e tanto mais, quanto menor for o amor.
15 Este temor e horror por si sós já bastam (para não falar de outras coisas) para produzir a pena do purgatório, uma vez que estão próximos do horror do desespero.
16 Inferno, purgatório e céu parecem diferir da mesma forma que o desespero, o semidesespero e a segurança.
17 Parece desnecessário, para as almas no purgatório, que o horror diminua na medida em que cresce o amor.
18 Parece não ter sido provado, nem por meio de argumentos racionais nem da Escritura, que elas se encontram fora do estado de mérito ou de crescimento no amor.
19 Também parece não ter sido provado que as almas no purgatório estejam certas de sua bem-aventurança, ao menos não todas, mesmo que nós, de nossa parte, tenhamos plena certeza.
20 Portanto, sob remissão plena de todas as penas, o papa não entende simplesmente todas, mas somente aquelas que ele mesmo impôs.
21 Erram, portanto, os pregadores de indulgências que afirmam que a pessoa é absolvida de toda pena e salva pelas indulgências do papa.
22 Com efeito, ele não dispensa as almas no purgatório de uma única pena que, segundo os cânones, elas deveriam ter pago nesta vida.
23 Se é que se pode dar algum perdão de todas as penas a alguém, ele, certamente, só é dado aos mais perfeitos, isto é, pouquíssimos.
24 Por isso, a maior parte do povo está sendo necessariamente ludibriada por essa magnífica e indistinta promessa de absolvição da pena.
25 O mesmo poder que o papa tem sobre o purgatório de modo geral, qualquer bispo e cura tem em sua diocese e paróquia em particular.
26 O papa faz muito bem ao dar remissão às almas não pelo poder das chaves (que ele não tem), mas por meio de intercessão.
27 Pregam doutrina humana os que dizem que, tão logo tilintar a moeda lançada na caixa, a alma sairá voando [do purgatório para o céu].
28 Certo é que, ao tilintar a moeda na caixa, podem aumentar o lucro e a cobiça; a intercessão da Igreja, porém, depende apenas da vontade de Deus.
29 E quem é que sabe se todas as almas no purgatório querem ser resgatadas? Dizem que este não foi o caso com S. Severino e S. Pascoal.
30 Ninguém tem certeza da veracidade de sua contrição, muito menos de haver conseguido plena remissão.
31 Tão raro como quem é penitente de verdade é quem adquire autenticamente as indulgências, ou seja, é raríssimo.
32 Serão condenados em eternidade, juntamente com seus mestres, aqueles que se julgam seguros de sua salvação através de carta de indulgência.
33 Deve-se ter muita cautela com aqueles que dizem serem as indulgências do papa aquela inestimável dádiva de Deus através da qual a pessoa é reconciliada com Deus.
34 Pois aquelas graças das indulgências se referem somente às penas de satisfação sacramental, determinadas por seres humanos.
35 Não pregam cristãmente os que ensinam não ser necessária a contrição àqueles que querem resgatar ou adquirir breves confessionais.
36 Qualquer cristão verdadeiramente arrependido tem direito à remissão pela de pena e culpa, mesmo sem carta de indulgência.
37 Qualquer cristão verdadeiro, seja vivo, seja morto, tem participação em todos os bens de Cristo e da Igreja, por dádiva de Deus, mesmo sem carta de indulgência.
38 Mesmo assim, a remissão e participação do papa de forma alguma devem ser desprezadas, porque (como disse) constituem declaração do perdão divino.
39 Até mesmo para os mais doutos teólogos é dificílimo exaltar perante o povo ao mesmo tempo, a liberdade das indulgências e a verdadeira contrição.
40 A verdadeira contrição procura e ama as penas, ao passo que a abundância das indulgências as afrouxa e faz odiá-las, pelo menos dando ocasião para tanto.
41 Deve-se pregar com muita cautela sobre as indulgências apostólicas, para que o povo não as julgue erroneamente como preferíveis às demais boas obras do amor.
42 Deve-se ensinar aos cristãos que não é pensamento do papa que a compra de indulgências possa, de alguma forma, ser comparada com as obras de misericórdia.
43 Deve-se ensinar aos cristãos que, dando ao pobre ou emprestando ao necessitado, procedem melhor do que se comprassem indulgências.
44 Ocorre que através da obra de amor cresce o amor e a pessoa se torna melhor, ao passo que com as indulgências ela não se torna melhor, mas apenas mais livre da pena.
45 Deve-se ensinar aos cristãos que quem vê um carente e o negligencia para gastar com indulgências obtém para si não as indulgências do papa, mas a ira de Deus.
46 Deve-se ensinar aos cristãos que, se não tiverem bens em abundância, devem conservar o que é necessário para sua casa e de forma alguma desperdiçar dinheiro com indulgência.
47 Deve-se ensinar aos cristãos que a compra de indulgências é livre e não constitui obrigação.
48 Deve-se ensinar aos cristãos que, ao conceder indulgências, o papa, assim como mais necessita, da mesma forma mais deseja uma oração devota a seu favor do que o dinheiro que se está pronto a pagar.
49 Deve-se ensinar aos cristãos que as indulgências do papa são úteis se não depositam sua confiança nelas, porém, extremamente prejudiciais se perdem o temor de Deus por causa delas.
50 Deve-se ensinar aos cristãos que, se o papa soubesse das exações dos pregadores de indulgências, preferiria reduzir a cinzas a Basílica de S. Pedro a edificá-la com a pele, a carne e os ossos de suas ovelhas.
51 Deve-se ensinar aos cristãos que o papa estaria disposto - como é seu dever - a dar do seu dinheiro àqueles muitos de quem alguns pregadores de indulgências extraem ardilosamente o dinheiro, mesmo que para isto fosse necessário vender a Basílica de S. Pedro.
52 Vã é a confiança na salvação por meio de cartas de indulgências, mesmo que o comissário ou até mesmo o próprio papa desse sua alma como garantia pelas mesmas.
53 São inimigos de Cristo e do papa aqueles que, por causa da pregação de indulgências, fazem calar por inteiro a palavra de Deus nas demais igrejas.
54 Ofende-se a palavra de Deus quando, em um mesmo sermão, se dedica tanto ou mais tempo às indulgências do que a ela.
55 A atitude do papa é necessariamente esta: se as indulgências (que são o menos importante) são celebradas com um toque de sino, uma procissão e uma cerimônia, o Evangelho (que é o mais importante) deve ser anunciado com uma centena de sinos, procissões e cerimônias.
56 Os tesouros da Igreja, dos quais o papa concede as indulgências, não são suficientemente mencionados nem conhecidos entre o povo de Cristo.
57 É evidente que eles, certamente, não são de natureza temporal, visto que muitos pregadores não os distribuem tão facilmente, mas apenas os ajuntam.
58 Eles tampouco são os méritos de Cristo e dos santos, pois estes sempre operam, sem o papa, a graça do ser humano interior e a cruz, a morte e o inferno do ser humano exterior.
59 S. Lourenço disse que os pobres da Igreja são os tesouros da mesma, empregando, no entanto, a palavra como era usada em sua época.
60 É sem temeridade que dizemos que as chaves da Igreja, que lhe foram proporcionadas pelo mérito de Cristo, constituem este tesouro.
61 Pois está claro que, para a remissão das penas e dos casos, o poder do papa por si só é suficiente.
62 O verdadeiro tesouro da Igreja é o santíssimo Evangelho da glória e da graça de Deus.
63 Este tesouro, entretanto, é o mais odiado, e com razão, porque faz com que os primeiros sejam os últimos.
64 Em contrapartida, o tesouro das indulgências é o mais benquisto, e com razão, pois faz dos últimos os primeiros.
65 Por esta razão, os tesouros do Evangelho são as redes com que outrora se pescavam homens possuidores de riquezas.
66 Os tesouros das indulgências, por sua vez, são as redes com que hoje se pesca a riqueza dos homens.
67 As indulgências apregoadas pelos seus vendedores como as maiores graças realmente podem ser entendidas como tal, na medida em que dão boa renda.
68 Entretanto, na verdade, elas são as graças mais ínfimas em comparação com a graça de Deus e a piedade na cruz.
69 Os bispos e curas têm a obrigação de admitir com toda a reverência os comissários de indulgências apostólicas.
70 Têm, porém, a obrigação ainda maior de observar com os dois olhos e atentar com ambos os ouvidos para que esses comissários não preguem os seus próprios sonhos em lugar do que lhes foi incumbido pelo papa.
71 Seja excomungado e maldito quem falar contra a verdade das indulgências apostólicas.
72 Seja bendito, porém, quem ficar alerta contra a devassidão e licenciosidade das palavras de um pregador de indulgências.
73 Assim como o papa, com razão, fulmina aqueles que, de qualquer forma, procuram defraudar o comércio de indulgências,
74 muito mais deseja fulminar aqueles que, a pretexto das indulgências, procuram defraudar a santa caridade e verdade.
75 A opinião de que as indulgências papais são tão eficazes ao ponto de poderem absolver um homem mesmo que tivesse violentado a mãe de Deus, caso isso fosse possível, é loucura.
76 Afirmamos, pelo contrário, que as indulgências papais não podem anular sequer o menor dos pecados veniais no que se refere à sua culpa.
77 A afirmação de que nem mesmo S. Pedro, caso fosse o papa atualmente, poderia conceder maiores graças é blasfêmia contra São Pedro e o papa.
78 Afirmamos, ao contrário, que também este, assim como qualquer papa, tem graças maiores, quais sejam, o Evangelho, os poderes, os dons de curar, etc., como está escrito em 1 Co 12.
79 É blasfêmia dizer que a cruz com as armas do papa, insignemente erguida, equivale à cruz de Cristo.
80 Terão que prestar contas os bispos, curas e teólogos que permitem que semelhantes conversas sejam difundidas entre o povo.
81 Essa licenciosa pregação de indulgências faz com que não seja fácil, nem para os homens doutos, defender a dignidade do papa contra calúnias ou perguntas, sem dúvida argutas, dos leigos.
82 Por exemplo: por que o papa não evacua o purgatório por causa do santíssimo amor e da extrema necessidade das almas - o que seria a mais justa de todas as causas -, se redime um número infinito de almas por causa do funestíssimo dinheiro para a construção da basílica - que é uma causa tão insignificante?
83 Do mesmo modo: por que se mantêm as exéquias e os aniversários dos falecidos e por que ele não restitui ou permite que se recebam de volta as doações efetuadas em favor deles, visto que já não é justo orar pelos redimidos?
84 Do mesmo modo: que nova piedade de Deus e do papa é essa: por causa do dinheiro, permitem ao ímpio e inimigo redimir uma alma piedosa e amiga de Deus, porém não a redimem por causa da necessidade da mesma alma piedosa e dileta, por amor gratuito?
85 Do mesmo modo: por que os cânones penitenciais - de fato e por desuso já há muito revogados e mortos - ainda assim são redimidos com dinheiro, pela concessão de indulgências, como se ainda estivessem em pleno vigor?
86 Do mesmo modo: por que o papa, cuja fortuna hoje é maior do que a dos mais ricos Crassos, não constrói com seu próprio dinheiro ao menos esta uma basílica de São Pedro, ao invés de fazê-lo com o dinheiro dos pobres fiéis?
87 Do mesmo modo: o que é que o papa perdoa e concede àqueles que, pela contrição perfeita, têm direito à remissão e participação plenária?
88 Do mesmo modo: que benefício maior se poderia proporcionar à Igreja do que se o papa, assim como agora o faz uma vez, da mesma forma concedesse essas remissões e participações 100 vezes ao dia a qualquer dos fiéis?
89 Já que, com as indulgências, o papa procura mais a salvação das almas do o dinheiro, por que suspende as cartas e indulgências outrora já concedidas, se são igualmente eficazes?
90 Reprimir esses argumentos muito perspicazes dos leigos somente pela força, sem refutá-los apresentando razões, significa expor a Igreja e o papa à zombaria dos inimigos e desgraçar os cristãos.
91 Se, portanto, as indulgências fossem pregadas em conformidade com o espírito e a opinião do papa, todas essas objeções poderiam ser facilmente respondidas e nem mesmo teriam surgido.
92 Fora, pois, com todos esses profetas que dizem ao povo de Cristo: "Paz, paz!" sem que haja paz!
93 Que prosperem todos os profetas que dizem ao povo de Cristo: "Cruz! Cruz!" sem que haja cruz!
94 Devem-se exortar os cristãos a que se esforcem por seguir a Cristo, seu cabeça, através das penas, da morte e do inferno;
95 e, assim, a que confiem que entrarão no céu antes através de muitas tribulações do que pela segurança da paz.

1517 A.D.

14/11/2012

A atualidade da Mensagem da Reforma Protestante

No último dia 31 de Outubro,cristãos de todo o mundo se lembraram do evento ocorrido na Alemanha,deflagrado por Lutero,denominado Reforma Protestante.Era o ano de 1517, quando Lutero pregou,na porta da igreja do Castelo de Wittenberg,suas 95 teses,onde propôs uma mudança na postura da igreja Católica Romana.Note que em momento nenhum Lutero tinha como objetivo fundar outra igreja (ou igrejas),mas, realmente cria que suas palavras ecoariam de forma favorável em Roma.Entretanto,como sabemos,as reflexões de Lutero não foram bem recebidas e,logo,viu-se perseguido pela denominação a qual serviu fielmente.

As teses tinham como objetivo propor um debate aberto com a igreja que possibilitasse uma mudança na igreja,principalmente quanto à avareza e o paganismo que,segundo Lutero,eram os maiores problemas.E,logo,sua mensagem ganhou toda a Europa e muitos foram aqueles que aderiram ao pensamento luterano.No Clero,muitos foram aqueles que renunciaram a seus votos, terminaram com as missas,eliminaram as imagens, ab-rogaram o celibato.Posturas adotadas durante séculos antes de Lutero caíram por terra pelas mãos de muitos obreiros que as defendiam.

Segmentava-se,então,a Igreja institucional e uma outra via levantava-se: o Protestantismo.Com a ruptura naquilo que considerava pagão e no relacionamento da igreja com o dinheiro e poder,o Protestantismo sofreu mudanças no decorrer de sua existência,até hoje.Roma perdeu espaço,uma vez que exercia um monopólio da fé universal, porém,desde 1517 nenhuma mudança substancial,nenhuma mudança significativa aconteceu,seja administrativa, litúrgica ou mesmo ideológica,o que se vê é cada vez mais uma defesa de suas crenças.No protestantismo,vemos a facilidade em abrir mão de pensamentos e ideologias.E,a cada nova visão,novas denominações surgem.

Puritanos,Fundamentalistas, Liberais, Pentecostais, Neo-pentecostais,enfim, muitas são as ramificações do Movimento Protestante,mas, afinal de contas,por que se dá tantas mudanças? Será que tais mudanças se dão para suprir um anseio espiritual ou uma reivindicação bíblica? Infelizmente,amado leitor, vivemos um tempo onde a proposta apresentada pelas denominações (muitas) é a resolução imediata dos problemas do fiel.Já não é mais uma proposta de mudança de vida do indivíduo pelo conhecimento de Deus,mas, aquilo que a religião tem proposto é o culto do homem a si próprio e não o agrado ao Eterno.

Como em 1517,faz-se necessário uma mudança na postura das Igrejas e,principalmente naquilo que tem pregado.Hoje,já não são os ídolos no Templo que estão no Altar,mas, aqueles ídolos que muitas vezes carregamos em nossa alma,já não é a venda de indulgências,porém,a venda das verdades bíblicas que realizamos em troca de um prato de lentinhas.O propósito espiritual é substituído pela vontade individual,já não importa aquilo que é padrão divino ao homem,mas, agora,os papéis se inverteram e o homem quer tornar-se seu próprio deus e isto dentro de igrejas [ditas] reformadas.
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Então,leitor, neste ano de 2012 fazem 495 anos de Reforma Protestante,e eu pergunto: há a necessidade da Igreja se reformar novamente? há preceitos que se perderam? a Doutrina foi esquecida?
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Postagens : As 95 Teses de Lutero
                     Video Comemorativo da Reforma
                     Comemoração da Reforma Protestante
                     Onde está o tesouro da Reforma?

Crédito(s): Imagem: Rosa de Lutero - Luteranos do Recife

11/11/2012

Apóstolo Estevam Hernandes divulga foto de Bispo Tid

O Apóstolo Estevam Hernandes,líder da Renascer em Cristo,divulgou foto de seu filho,o Bispo Felipe Hernandes (Bispo Tid),internado no hospital.Já fazem 3 anos que Bp. Tid encontra-se no hospital,internado,devido a complicações causadas após uma cirurgia de redução de estômago.Em recuperação,atualmente o bispo não precisa mais do auxílio de aparelhos para respirar e já reconhece algumas pessoas,além de estar fazendo fisioterapia.No twitter , o apóstolo Estevam agradeceu àqueles que tem se lembrado e orado por Tid:




Infelizmente,quando surgiu essa situação de enfermidade com o filho do casal Hernandes, muitos foram ( e são) aqueles que atribuem essa situação à conduta dos líderes da Renascer que (dizem) ser uma conduta equivocada,onde os líderes não se colocam como servos de Deus e,ao contrário,se servem do Altar.Não nos cabe dizer que "Deus pesou a mão sobre eles",pois, o SENHOR mantém a sua misericórdia mesmo na nossa infidelidade. E,ainda,como está escrito:2 Que quereis vós dizer, citando na terra de Israel este provérbio: Os pais comeram uvas verdes, e os dentes dos filhos se embotaram?
 "(Ez.18) .Que Deus tenha misericórdia do bp. Tid,erguendo-o novamente.

E você,leitor,acredita que tais enfermidades são fruto de pecado ou uma coisa não tem nada a ver com a outra?

09/11/2012

Candidatos eleitos pela Assembléia de Deus


A Igreja Assembléia de Deus,como noticiamos neste Blog,conseguiu neste último Pleito, eleger um número considerável de irmãos e irmãs que,apoiados pela Igreja,conseguiram alcançar Câmaras de Vereadores,Prefeituras e Vice-Prefeituras.Como noticiado no cpadnews e no Jornal Mensageiro da Paz / Novembro ,um número considerável de crentes foram eleitos em 2012,carregando consigo,obviamente,a missão de manter uma postura Ética e genuinamente Cristã em meio a um cenário político totalmente desfavorável e oposto aos valores bíblicos.A seguir,temos uma lista dos nomes daqueles que foram eleitos pelo apoio da CGADB,note o amado leitor que esta lista não corresponde ao total dos eleitos por outras Convenções (que não são ligadas à CGADB) e pelas Igrejas que apoiaram individualmente seus candidatos.Portanto,o número de eleitos é bem maior.

CENTRO OESTE

Goiás
Palestina (GO) - Prefeito Rodrigues
Maurilandia (GO) - Prefeito Raimundo Marinheiro e vereador Junior da Farmácia
Caçu (GO) - Prefeito Gilmar Guimarães
Britania (GO) - Prefeito Carlos Cunha
Itajá (GO) - Vice-prefeito Rene Cesar e vereador Cabo Barbosa
Aporé (GO) - Vice-prefeito Samuel Hipólito
Cumarí (GO) - Vice-prefeito Jose Abrão
Itumbiara (GO) - Vice-prefeito José Antonio e vereador Divino Olimpio
Rio Verde (GO) - Vereador Elias Terra
Montividiu (GO) - Vereador Acácio
Bom Jardim de Goiás (GO) - Vereador Manoel Campim
Acreuna (GO) - Vereadora Divina Souza
Jatai (GO) - Vereador Dr. Gildenicio Santos
Serranopolis (GO) - Vereador Roberto
Bom Jesus de Goiás (GO) - Vereadora Marilda Alves
São Simão (GO) - Vereador Weslei Batista
Chapadão do Céu (GO) - Vereador Paulo Sergio e vereador Roneilce Ferreira Barbosa
Quirinópolis (GO) - Vereadora Maria Conceição
Santo Antonio da Barra (GO) - Vereador Dezinho
Jaragua (GO) - Vereador Odair da Vizzado
Santa Fé de Goiás (GO) - Vereador Kimair e vereadora Marcia Caetano

NORTE


Acre
Senador Guiomar (AC) - Prefeito James Gomes, vereador Cleilton Nogueira e vereador Pedro Mendes
Santa Rosa (AC) - Prefeito Rivelino Mota e vereadores Paulo Lopes e Rui Lopes Kaxinawa
Xapurí (AC) - Vereador Neomar Galego
Feijó (AC) - Vereador Eurico Cordeiro
Epitaciolândia (AC) - Vereador Aldemir Sales
Assis Brasil (AC) - Prefeito Umberto Gonçalves e vereador Manuel de Oliveira
Manuel Urbano (AC) - Vereador Raimundo Toscano
Cruzeiro do Sul (AC) - Vereador José Correia
Marechal Talmaturgo (AC) - Vice-prefeito João Delis e vereador João Luciano

Amapá
Santana (AP) - Vereadores Socorro Balieiro e Richard Madueira

Pará 
Redenção (PA) - Vereador Joás Possidônio
Santa Maria das Barreiras (PA) - Prefeito Musum
Floresta do Araguaia (PA) - Vice-prefeito Pr. Bendito
Santana do Araguaia (PA) - Prefeito Eduardo da Machado

Rondônia
Cacoal (RO) - Vereadores Cesar Condak, Donizete da Sucam, Corazinho e Rafael

Roraima
Alto Alegre (RR) - Vereador Irmão Max
Amajari (RR) - Vereador Irmão Davi
Caracaraí (RR) - Prefeito Enildo Júnior e vereador Irmão Edson
Rorainópoles (RR) - Vereador Márcio da Alba
Caroebe (RR) - Vereador Figordinho e vereador Ney Barbosa
São Luiz do Anaua (RR) - Vice-prefeito José Terto e vereador Benilson
São João da Baliza (RR) - Prefeito Divino e vice-prefeito Presbítero Sebastião

Tocantins
Recursolândia (TO) - Prefeito Dr. Francisco e vereador Zezinho
Porto Nacional (TO) - Vereador Joaquim do Luzimangue e vereador Professor Sebastião
Araguacema (TO) - Vereador Janilson Souza

NORDESTE


Pernambuco
Paulista (PE) - Vereadores Iolanda Maria da Silva, Nadinias Martins Ribeiro e José Julio de Arruda Junior
Olinda (PE) - Vereador Lupércio Carlos do Nascimento
Igarassu (PE) - Vereador Ademar Soares de Barros
Itaquitinga (PE) - Vereadores Isaque Farias da Silva, Andre Pacheco da Silva e Aderito Jaime Neves
Itapissuma (PE) - Vereadores Elionilda José de Santana, Nivaldo Vicente da Silva, José Bezerra Tenório Filho e Adeilda Maria da Silva
Abreu e Lima (PE) - Vereadores Pastor Marcos Jose da Silva e Éden Pedro de Lima, e o vice-prefeito Josias Pereira de Azevedo
Itamaracá (PE) - Vereador Manoel Marinho de Moura Neto

Piauí
Picos (PI) - Vereador José Luis de Carvalho
Pio IX (PI) - Vereador Pastor Orlando
Vila Nova (PI) - Vereador Irmão Marcelo
Nazária (PI) - Vereadores Francisco Bezerra e Irmã Francisca
Fronteiras (PI) - Prefeito Eudes Riberio e vereador Samuel Ribeiro
Belém do Piauí (PI) - Prefeita Débora

Rio Grande do Norte

Brejinho (RN) - Vereadora Nelbe Veiga
Lagoa Salgada (RN) - Vereador Pedro
Serrinha (RN) - Vereador Genilson
Monte Alegre (RN) - Vereador Fagner
Extremoz (RN) - Vereador Jóas Oliveira
Macau (RN) - Vereadores Jerusa Fonseca e Décio Cabral
Patu (RN) - Prefeita Evilásia Gildenia de Oliveira
Parnamirim (RN) - Vereador Elienai Cartaxo e vereador Diniz
São G. do Amarante (RN) - Vereador Edmilson Gomes da Costa
Santa Cruz (RN) - Vereadores Jefferson Monik Lima de Melo, Gilcelly Adriano, Charles Palhares e Pedro Derlio Neto
São Bento do Trairi (RN) - Prefeita Luna Kaly Ramalho Xavier

SUL


Rio Grande do Sul
Alvorada (RS) - Vereadora Irmã Sara
Hulha Negra (RS) - Vereador Santo Aires
Barra do Ribeiro (RS) - Vereador Terra Junior
Bom Jesus (RS) - Vereadora Lucila Maggi
Bom Jesus (RS) - Vereador Jaziel
Sede Nova (RS) - Vereador Luis Reis
Butia (RS) - Vereador Jeferson (Carrapicho)
Cachoeirinha (RS) - Vereador Felisberto Xavier
Gravataí (RS) - Vereador Alex Tavares
Miraguai (RS) - Vereador Fabiano
Redentora (RS) - Vereador Zé Pintor
Não-me-toque (RS) - Vereador Maninho
Nova Hartz (RS) - Vereador Pedrinho Cabeleireiro
Pal. Das Missões (RS) - Vereador Fernando Vilande
Sete de Setembro (RS) - Vereador Valdemar
Horizontina (RS) - Vereador Pestana
Igrejinha (RS) - Vereador Guto Scherer
Itaqui (RS) - Vereadora Gislaine Brun
Ivoti (RS) - Vereadora Silvani Mees
Lagoa Vermelha (RS) - Vereador Clovis Carvalho
Lavras do Sul (RS) - Vereador Luciano Pires Machado
Campo Novo (RS) - Vereador Marcos Reis
Campos Borges (RS) - Vereador Ademar Maier
Campo Bom (RS) - Vereadores Ozeias Cardoso e Jaime Cappilare
Arroio do Sal (RS) - Vereador Ozeias Alves da Silva
Ibiraiaras (RS) - Vereador Jacinto Benedetti
Muliterno (RS) - Vereador Samuel Claudino
Capela de Santana (RS) - Vereador José Rangel
Chapada (RS) - Vereadores Gilmar Castanho e Marcos Ott
Cidreira (RS) - Vereador Manoel Martins
Condor (RS) - Vereadores Jocelino Biron e Francisco Fernandes
Dois Irmãos (RS) - Vereador Jailton Proença de Lima
Eldorado do Sul (RS) - Vereador João Ferreira
Erechim (RS) - Vereador Ernani Coelho Mello
Mostardas (RS) - Vereadores Dangelo Notta Soares e Otoniel da Silva Araujo
Canela (RS) - Vereador Gilberto Cesar
Nova Santa Rita (RS) - Vereador Antonio Carlos Alves
Passo Fundo (RS) - Vereador Sidnei Avila
Santo do Jacui (RS) - Vereador Sandro Drum
Santo Antonio das Missões (RS) - Vereador Betinho

Santa Catarina

Itajaí (SC) - Vereadores Maurílio Moraes e Clayton Batschauer
Tubarão (SC) - Vereador Pb. Joel Almeida
Criciúma (SC) - Vereadora Geovania de Sá
Joinville (SC) - Vereador Jaime Evaristo
Blumenau (SC) - Vereador Marcos da Rosa
Bal. Camboriú (SC) - Vereador Asinil Medeiros
Ilhota (SC) - Vereador Paulo Drun
Itapema (SC) - Vereador Mouzatt Barreto
Sombrio (SC) - Vereador Isaquel
Jaguaruna (SC) - Vereador Alicio
Camboriú (SC) - Vereador Márcio Kido



Fonte(s):Mensageiro da Paz ed. 1530-Novembro 2012
                 CpadNews

*  *  *

Ads


Compartilhe!