Pesquisar este blog

Postagens Recentes no Blog

17/01/2018

Cristo ou Moisés? (EBD 21/01/2018)

Cristo ou Moisés?

Amado(a), que a paz de Jesus seja contigo! Hoje eu gostaria de fazer uma pergunta: Cristo é superior a Moisés? A Lei era superior em relação do Novo Testamento? As respostas são óbvias a nós, mas, você saberia responder porquê? Se você não sabe, fique tranquilo! A lição desta semana tratará destas e outras perguntas, como por exemplo: "Qual foi o papel de Moisés no Antigo testamento?", "O que foi Jesus para a Igreja?". Acompanhe aqui o comentário completo e acesse ainda subsídios adicionais e, ainda, as respostas às questões aqui.

**Lições 01 a 03 já disponíveis em PDF grátis no Blog!
Te aguardo lá!

Editor Geral de Verdade Profética

14/01/2018

Respostas da Lição 03 - A Superioridade de Jesus em relação a Moisés



A respeito da Superioridade de Jesus em relação a Moisés, responda:

• Qual o ponto de partida para o autor aos Hebreus introduzir o assunto sobre a vocação superior de Jesus?
Que Jesus era o autor e mediador da nossa salvação (Hb 2.14-18).


• Em que concordamos quando confessamos Jesus como Salvador?  
Quando confessamos Jesus como Salvador, concordamos que Ele em tudo tem a primazia. Ele é o Senhor. Ele é maior do que tudo e do que todos; Ele e somente Ele é a razão do nosso viver.      

• O que devemos destacar quando o autor usa aksioô, isto é, "digno", "valor" e "mérito"?  
Diferente de Moisés, o mérito de Jesus era maior e sua glória era permanente.

• Se Moisés foi um ministro de Deus no culto da congregação do deserto, o que foi Jesus?
O ministro da Igreja, o povo de Deus na Nova Aliança, "a qual casa somos  nós"(Hb 3.6).  '

• Qual risco corria os cristãos neotestamentários?
O perigo de ouvir, mas não atender, o perigo de ver, mas não crer e o perigo de começar, mas não terminar.

Acesse também:






Subsídios da Lição 03 - A Superioridade de Jesus em relação a Moisés



SUBSÍDIO DIDÁTICO

Prezado (a) professor (a), inicie a aula desta semana fazendo as seguintes perguntas:
a) O que Moisés representou para o povo de Israel?
b) Qual foi o papel de Moisés no estabelecimento da Antiga Aliança de Deus com o seu povo?
c) Por que Moisés é uma autoridade respeitada na história de Israel?
Ouça as respostas dos alunos e em seguida faça um resumo abordando as respostas das três perguntas a fim de amarrar as informações. A ideia dessa atividade é familiarizar a classe com Moisés a fim de, a partir da importância dele para o povo judeu, destacar a magnitude de Jesus Cristo como o mediador da Nova Aliança.


SUBSÍDIO TEOLÓGICO

"[...] Pedro apresenta Jesus como o Profeta semelhante a Moisés (vv.22,23). Moisés havia declarado: 'O SENHOR, teu Deus, te despertará um profeta do meio de ti, de teus irmãos, como eu; a ele ouvireis' (Dt 18.15). Seria natural dizer que Josué cumpriu essa profecia. Josué, o seguidor de Moisés, realmente veio depois deste e foi um grande libertador de seu tempo. Surgiu, porém, outro Josué (na língua hebraica, os nomes Josué e Jesus são idênticos). Os cristãos primitivos reconheciam Jesus como o derradeiro cumprimento da profecia de Moisés. [Não deixe de ler o comentário e as respostas desta lição ao fim desta postagem!]

No final do capítulo (vv.25,26). Pedro lembra aos ouvintes a aliança com Abraão, muito importante para se entender a obra de Cristo: 'Vós sois os filhos dos profetas e do concerto que Deus fez em nossos pais, dizendo 3 Abraão: Na tua descendência serão benditas todas as famílias da terra. Ressuscitando Deus a seu Filho Jesus, primeiro o enviou a vós, para que nisso vos abençoasse, e vos desviasse, a cada um, das vossas maldades'. Claro está que, agora, é Jesus quem traz a bênção prometida e cumpre a aliança com Abraão - e não apenas a Lei dada por meio de Moisés" (HORTON, Stanley (Ed.). Teologia Sistemática: Uma Perspectiva Pentecostal. Rio de Janeiro: CPAD, 1996, pp.307,08).

SUBSÍDIO DOUTRINÁRIO

SE OUVIRDES HOJE A SUA VOZ 

Citando Salmos 95.7-11, o escritor se refere à desobediência de Israel no deserto, depois do êxodo do Egito, como advertência aos crentes sob o novo concerto. Porque os israelitas deixaram de resistir ao pecado e de permanecer leais a Deus, foram impedidos de entrar na Terra Prometida (ver Nm 14.29-43; SI 95-7-10). Semelhantemente, os crentes do Novo Testamento devem reconhecer que eles, também, podem ficar fora do repouso divino, se forem desobedientes e deixarem que seus corações se endureçam.


NÃO ENDUREÇAIS O VOSSO CORAÇÃO

O Espírito Santo fala conosco a respeito do pecado, da justiça e do juízo (Jo 16.8-11; Rm 8.11-14; Gl 5.16-25). Se formos indiferentes à sua voz, nossos corações se tornarão cada vez mais duros e rebeldes a ponto de se tornarem insensíveis à Palavra de Deus ou aos apelos do Espírito Santo (v.7). A verdade e o viver em retidão já não serão prioridades nossas. Cada vez mais, buscaremos prazer nos caminhos do mundo e não nos caminhos de Deus (v.10). O Espírito Santo nos adverte que Deus não continuará a insistir conosco indefinidamente se endurecermos os nossos corações por rebeldia (vv.7-11; Gn 6.3). Existe um ponto do qual não há retorno (vv.10,11; 6.6; 10.26)" (Bíblia de Estudo Pentecostal. Rio de Janeiro: CPAD, 1995, p.1902).

Acesse também::






Compartilhe!