14/11/2012

A atualidade da Mensagem da Reforma Protestante

No último dia 31 de Outubro,cristãos de todo o mundo se lembraram do evento ocorrido na Alemanha,deflagrado por Lutero,denominado Reforma Protestante.Era o ano de 1517, quando Lutero pregou,na porta da igreja do Castelo de Wittenberg,suas 95 teses,onde propôs uma mudança na postura da igreja Católica Romana.Note que em momento nenhum Lutero tinha como objetivo fundar outra igreja (ou igrejas),mas, realmente cria que suas palavras ecoariam de forma favorável em Roma.Entretanto,como sabemos,as reflexões de Lutero não foram bem recebidas e,logo,viu-se perseguido pela denominação a qual serviu fielmente.

As teses tinham como objetivo propor um debate aberto com a igreja que possibilitasse uma mudança na igreja,principalmente quanto à avareza e o paganismo que,segundo Lutero,eram os maiores problemas.E,logo,sua mensagem ganhou toda a Europa e muitos foram aqueles que aderiram ao pensamento luterano.No Clero,muitos foram aqueles que renunciaram a seus votos, terminaram com as missas,eliminaram as imagens, ab-rogaram o celibato.Posturas adotadas durante séculos antes de Lutero caíram por terra pelas mãos de muitos obreiros que as defendiam.

Segmentava-se,então,a Igreja institucional e uma outra via levantava-se: o Protestantismo.Com a ruptura naquilo que considerava pagão e no relacionamento da igreja com o dinheiro e poder,o Protestantismo sofreu mudanças no decorrer de sua existência,até hoje.Roma perdeu espaço,uma vez que exercia um monopólio da fé universal, porém,desde 1517 nenhuma mudança substancial,nenhuma mudança significativa aconteceu,seja administrativa, litúrgica ou mesmo ideológica,o que se vê é cada vez mais uma defesa de suas crenças.No protestantismo,vemos a facilidade em abrir mão de pensamentos e ideologias.E,a cada nova visão,novas denominações surgem.

Puritanos,Fundamentalistas, Liberais, Pentecostais, Neo-pentecostais,enfim, muitas são as ramificações do Movimento Protestante,mas, afinal de contas,por que se dá tantas mudanças? Será que tais mudanças se dão para suprir um anseio espiritual ou uma reivindicação bíblica? Infelizmente,amado leitor, vivemos um tempo onde a proposta apresentada pelas denominações (muitas) é a resolução imediata dos problemas do fiel.Já não é mais uma proposta de mudança de vida do indivíduo pelo conhecimento de Deus,mas, aquilo que a religião tem proposto é o culto do homem a si próprio e não o agrado ao Eterno.

Como em 1517,faz-se necessário uma mudança na postura das Igrejas e,principalmente naquilo que tem pregado.Hoje,já não são os ídolos no Templo que estão no Altar,mas, aqueles ídolos que muitas vezes carregamos em nossa alma,já não é a venda de indulgências,porém,a venda das verdades bíblicas que realizamos em troca de um prato de lentinhas.O propósito espiritual é substituído pela vontade individual,já não importa aquilo que é padrão divino ao homem,mas, agora,os papéis se inverteram e o homem quer tornar-se seu próprio deus e isto dentro de igrejas [ditas] reformadas.
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Então,leitor, neste ano de 2012 fazem 495 anos de Reforma Protestante,e eu pergunto: há a necessidade da Igreja se reformar novamente? há preceitos que se perderam? a Doutrina foi esquecida?
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Postagens : As 95 Teses de Lutero
                     Video Comemorativo da Reforma
                     Comemoração da Reforma Protestante
                     Onde está o tesouro da Reforma?

Crédito(s): Imagem: Rosa de Lutero - Luteranos do Recife

Compartilhe!