24/01/2015

Subsídio II da lição 06 - Santificarás o sábado

"A palavra 'domingo', por si só, significa "Dia do Senhor, pois, foi nesse dia que o Senhor Jesus ressuscitou. O primeiro culto cristão aconteceu num domingo: 'Chegada, pois,, a tarde daquele dia, o primeiro da semana, e cerradas as portas onde os discípulos, com medo dos judeus, se tinham ajuntado, chegou Jesus, e pôs-se no meio, e disse-lhes: Paz seja convosco (Jo 20.19). O segundo culto também, pois a Bíblia diz que isso aconteceu 'oito dias depois" (Jo 20,26).

Os cristãos se reuniam no primeiro dia da semana: 'No primeiro dia da semana, ajuntando os discípulos para partir o pão, Paulo, que havia de partir no dia seguinte (At 20.7), o mesmo pode ser visto em Corinto, quando o apóstolo manda levantar coletas para os irmãos pobres de Jerusalém. O texto sagrado diz que essa reunião de adoração se fazia nos domingos: 'No primeiro dia da semana, cada um de vós ponha de parte o que puder ajuntar [...]' (1 Co 16,2). Assim, essa prática foi se tornando comum, sem decreto e sem imposição. Foi algo espontâneo. Constantino apenas confirmou uma prática já antiga dos cristãos.

[...] O Decálogo fala sábado e isso acontece também em muitos lugares do Velho Testamento, mas o domingo não. Mas na Nova Aliança não há mandamento algum de guardar dias. Dizem que o 'domingo' é um dia pagão, porque em inglês Sunday significa dia do Sol. Nesse caso, todos os demais dias também seriam pagãos, porque os dias da semana, em inglês, são de origem céltica e homenageiam antigas divindades, inclusive o sábado, que é Saturday, ‘dia de Saturno”" 

(SOARES, Esequias. Manual de Apologética Cristã, l.ed. Rio de Janeiro: CPAD, 2002, pp.294-95).

Compartilhe!