27/09/2012

Conhecendo o Espírito Santo



A trindade de Deus; ou a natureza tri una de Deus é um tema de extrema dificuldade à nossa compreensão. Tal doutrina tem sido de difícil definição e compreensão há muito tempo para crentes de todas as gerações desde os primórdios da fé. Em Teologia, a doutrina que estuda o  Espírito Santo é conhecida como pneumatologia.

1-QUEM É O ESPÍRITO SANTO?

A Bíblia trata o Espírito Santo como uma pessoa e,dessa forma, atribui-lhe características que o definem como uma pessoa,aniquilando a idéia de que o Santo Espírito seria apenas uma “força ativa” ou uma” influência”.Eis algumas das características que O definem como pessoa: Ele tem mente(Rm.8.27); Tem vontade(1Co.12.11);Tem sentimentos(Ef.4.30);Ele revela(1Co.12.10);Ele ensina(Jo.14.25); intercede (Rm.8.26); fala (1Tm.4.4); dirige (At.16.6,7); etc.

Apesar de ter uma personalidade distinta, isso não faz do Espírito Santo um ser independente ou distante do Pai e do Filho. Nas Palavras de Cristo, na trindade não há separação ou qualquer diferença de poder entre o Pai, o Filho e o Espírito Santo (Jo. 5.18.19; 10.30,38). Este princípio de unidade é demonstrado por Cristo no Evangelho de João 14.1-11 onde,no diálogo com Tomé, Jesus deixa bem claro que aquele que vê o Filho, vê o Pai e vê o Espírito de Deus.Nessa passagem, Cristo recomenda que os discípulos acreditassem que vendo a Ele veriam o Pai pelas suas Palavras e, ao menos, pelas obras que Jesus realizava(VV.10-11).

2-A DIVINDADE DO ESPÍRITO SANTO:

Como vimos, o Espírito de Deus é uma pessoa, age como pessoa, pois Ele manifesta personalidade. Essa personalidade não poderia ser outra senão a personalidade divina.
Essa personalidade divina é o que faz Dele Deus. A Divindade do Espírito Santo é retratada na Bíblia atribuindo-lhe atributos que somente Deus apresenta, são eles: onipesença (Sl.139.9;1Co.2.10); onipotência (Rm.15.19;Sl.104.30); onisciência(1Co.2.10;Jo.14.26); eternidade (Hb.9.14); santidade(1Jo.2.20);etc.

Tais atributos evidenciam, de forma inquestionável, a divindade do Espírito Santo. Ele é ainda definido como Criador (Jó.26.13;33.4) e, é mencionado juntamente com o Pai e o Filho na invocação da bênção sobre a Igreja (2Co.13.13) e na fórmula doutrinária do batismo nas águas(Mt.28.19).

3-A OBRA DO ESPÍRITO SANTO:

As três pessoas da Divindade-Pai, Filho e Espírito- são co-eternas e iguais entre si, mas, concernente à operação, diferentes.O Pai planejou a criação de tudo(Ef.3.9);o Filho executou o plano criando (Jo.1.3;Cl.1.16;Hb.1.2;11.3);o Espírito Santo vivificou, ordenou, pôs tudo, todo o universo, em ação(Jó.33.4;Jo.6.63;Gl.6.8;Sl.33.6;Tt.3.5).

Vejamos, então, as obras realizadas pelo Espírito Santo à luz das Escrituras Sagradas: Convence (Jo.16.8 );Dá fruto (Gl.5.22-23);Dá ousadia em testificar (At.4.31);Dá vida aos nossos corpos (Rm.8.11); Flui em nosso coração (Jo.7.38-39);Ensina (Jo.14.26);Derrama o amor de Deus em nosso coração (Rm.5.5);Intercede (Rm.8.26,27);Justifica (1Co.6.11); Santifica (2Ts.2.13); Testifica (Jo.15.26);Dá dons espirituais (1Co.12.7-11).

CONCLUSÃO:

Como vimos, O Espírito Santo é uma pessoa e,portanto,é dotado de sentimento, vontade, intelecto etc.É mais que uma pessoa é a manifestação da Divindade na qual sentimos a presença de Deus,na qual temos comunhão com Deus.Em outras palavras,é o nosso único fôlego para que possamos viver a fé em Cristo Jesus de forma plena e verdadeira.É o único que nos impulsiona a uma vida de santidade e obediência,é o nosso Guia,nosso Ajudador.É o nosso tesouro em vasos de barro.Glória a Deus por Seu Espírito em nós!

Ads


Compartilhe!