22/08/2016

Respostas da Lição 10: O poder da evangelização na família


A respeito da evangelização na família, responda:

• Como os pais podem falar de Jesus aos filhos?
Por meio do culto doméstico, através dos símbolos cristãos e levando-os à igreja.


• De que maneira o marido salvo pode conduzir a esposa a converter-se?
Amando-a como Cristo amou a Igreja e coabitando com entendimento.


• O que a esposa salva deve fazer para levar o marido a Cristo?
Sujeitando-se a ele, pelo porte cristão e sem palavras.



• De que forma a família cristã pode cumprir a grande comissão?
Crendo na promessa bíblica: "Crê no Senhor Jesus Cristo, e serás salvo, tu e a tua casa". Orando pela salvação de toda a sua família e dando testemunho. Falando de Cristo aos seus parentes.

• Cite exemplos de personagens bíblicos que trouxeram a família a Jesus.
Cornélio e o carcereiro de Filipos.

Leia ainda:

Download da lição 10:


Lições já disponíveis em PDF: 
Lição 01 - O que é Evangelização [4SHARED] [GOOGLE DRIVE]
Lição 02 - Deus, o Primeiro Evangelista [4SHARED] [GOOGLE DRIVE]
Lição 03 - Igreja, Agência Evangelizadora [4SHARED] [GOOGLE DRIVE]
Lição 04 - O Trabalho e Atributos do Ganhador de Almas [4SHARED] [GOOGLE DRIVE]
Lição 05 - A Evangelização Urbana e suas Estratégias [4SHARED] [GOOGLE DRIVE]
Lição 06 - A Evangelização dos grupos desafiadores [4SHARED] [GOOGLE DRIVE]
Lição 07 - O evangelho no mundo acadêmico e político [4SHARED] [GOOGLE DRIVE]
Lição 08 - A evangelização de grupos religiosos [4SHARED] [GOOGLE DRIVE]
Lição 09 - A evangelização das crianças  [4SHARED] [GOOGLE DRIVE]
Lição 10 - O poder da evangelização na família [4SHARED] [GOOGLE DRIVE]

EBD 2016 - 3° Trimestre - Lição 10: O poder da evangelização na família


Lição da Escola Dominical a ser ministrada em 04/Setembro/2016 em todas as Assembleias de Deus no Brasil

INTRODUÇÃO

O evangelista Lucas narra a transformação operada pelo Evangelho no lar do carcereiro de Filipos. Responsável pela guarda de Paulo e Silas, o zeloso funcionário público foi profundamente tocado pelo testemunho dos missionários que, mesmo presos, oravam e cantavam ao Senhor. E, quando do terremoto que abalou os alicerces do cárcere, ele, tomado pelo medo, perguntou aos apóstolos: "Senhores, que é necessário que eu faça para me salvar?" (At 16.30).
Paulo e Silas foram precisos em sua resposta: "Crê no Senhor Jesus Cristo, e serás salvo, tu e a tua casa" (At 16.31). A decisão do carcereiro abrangeu sua esposa e filhos que, naquela mesma noite, foram batizados. Nesta lição, veremos de que forma poderemos evangelizar os filhos, o cônjuge incrédulo e os vizinhos. O campo missionário começa em nossa casa.


I - EVANGELIZANDO OS FILHOS

Os pais não podem acompanhar os filhos por toda a vida, mas devem assegurar-se de que eles, mediante a educação que receberam, tomarão boas decisões e não se desviarão jamais da fé.

1. Por meio do culto doméstico. Este é o momento em que toda a família reúne-se para louvar a Deus, conhecê-lo mais intimamente e buscar a sua bênção. O culto doméstico deve ser diário e envolver a todos. Cada família marcará o horário mais apropriado.
As crianças que não sabem ler aprenderão ouvindo as histórias bíblicas e os cânticos. As maiores acompanharão a família na leitura alternada do texto sagrado. Durante o período de oração, que também deve contemplar a idade de cada filho, a esposa, ou o marido, apresentará pedidos ao Senhor, agradecendo pelas bênçãos já recebidas.

2. Através dos símbolos cristãos. Os pais israelitas foram instruídos a fazer menção do Senhor aos filhos, e a narrar-lhes os feitos divinos em todas as ocasiões. Eles o faziam através de lembretes escritos, rituais e monumentos (Dt 6.6-9; Êx 12.25-27; Js 4.5-7). Em nossa casa, as Bíblias, os hinários e os livros cristãos devem estar sempre visíveis e ao alcance das crianças. É importante que também haja boa música evangélica e filmes bíblicos. Que o Evangelho seja visto, ouvido e vivido em nosso lar.


3. Levando-os à igreja. Se ir à casa de Deus não fosse importante, Elcana não se daria ao trabalho de levar consigo Ana e Penina, com todos os seus filhos e filhas, ao local de adoração (1 Sm 1.3,A). Sozinho, ele subiria a Siló mais rápido e facilmente. Entretanto, sabia que toda a sua família precisava participar do culto ao Senhor. 0 próprio Jesus, embora Deus, era conduzido regularmente por seus pais ao Santo Templo (Lc 2.22,41,42).
Levar os filhos à igreja não é simplesmente acompanhá-los até a porta e deixa-los lá, para buscá-los mais tarde. Também não é correto deixar o cônjuge e os filhos em casa e ir sozinho à igreja. Toda a família deve estar presente aos cultos e à Escola Dominical.

3. Tendo um viver cristão. As crianças observam atentamente se agimos conforme o que ensinamos, ou se quebramos as regras por nós estabelecidas. Por isso, a melhor forma de ensinar-lhes a vida cristã é vivê-la cotidianamente. A boa conduta do crente, em casa, é útil para instruir os filhos, bem como para evangelizar os vizinhos. A nossa postura íntegra, contrastando com o estilo de vida deste mundo, haverá de atraí-los a Jesus. A atitude de Isaque quando da disputa dos poços certamente foi um testemunho vivo de paciência e mansidão para todos em sua casa (Gn 26.18-22).



II - EVANGELIZANDO O CÔNJUGE

Em vez de abandonar o marido, ou a esposa, o cônjuge salvo deve procurar ganhá-lo para Cristo, conforme orienta Paulo aos coríntios (1 Co 7.12-14).

1. Trazendo a esposa a Cristo. O marido crente ganhará a esposa para Cristo se agir conforme o modelo bíblico, amando-a e coabitando com ela com entendimento.
a) Amando-a como Cristo amou a Igreja (Ef 5.25). Jesus morreu por amor à igreja. Logo, o marido, à semelhança de Cristo, deve colocar os interesses da esposa à frente dos seus, e cuidar dela física, emocional e espiritualmente. Esposa alguma achará difícil submeter-se à liderança de um homem que lhe dedique tanta honra e apreço.
b) Coabitando com entendimento (1 Pe 3-7). Como nova criatura, o esposo agirá segundo o caráter de Cristo, revelando as qualidades do fruto do Espírito (Gl 5.22). Ao permitir que o Espírito Santo lhe governe as atitudes, o marido será um exemplo de excelência cristã à esposa, atraindo-a Jesus.

2. Trazendo o esposo a Cristo. O grande desejo da mulher salva, cujo marido ainda está no mundo, é ganhá-lo para Cristo. O apóstolo Pedro mostra o passo a passo dessa tarefa (1 Pe 3.1-6).
a) Sujeitando-se a ele (v. la,6a). Ao submeter-se à autoridade do marido, "como Sara obedecia a Abraão", a esposa demonstra obediência a Deus. Sua atitude dócil, mas sábia e prudente, convencerá o marido de que servir a Jesus traz harmonia ao lar. Agindo assim, a mulher cristã saberá como aconselhar o esposo, afastando-o de atitudes erradas e desastrosas.
b) Pelo porte cristão (vv. 1,2). O porte cristão da esposa será revelado em palavras brandas, bom humor, atos de bondade e decisões inteligentes. Com tais qualidades, ela atrairá o marido a um encontro pessoal com o Senhor Jesus.
c) Sem palavras (v. lb). A melhor pregação da esposa crente é a sua conduta exemplar. Ela não irritará o esposo com falatórios e prédicas diárias; sua pregação sem palavras mostrará sua eficácia.
d) Pela beleza interior (vv. 3-5). A esposa salva não deve descuidar de sua aparência. Sabe, porém, que o adorno capaz de conquistar o marido para Cristo é o "espírito manso e quieto", que não se abala com as circunstâncias e vive em contentamento e gratidão. 

Leia ainda:

III - EVANGELIZANDO OS PARENTES

Os parentes também podem ser alcançados para Cristo pelo bom testemunho e pela pregação do Evangelho.
1. Em tempos favoráveis. Uma bênção recebida, ou uma data especial, é sempre um bom motivo para um culto em ações de graças no lar. Então, imitemos Cornélio, que, amando seus parentes e amigos, convidou-os à sua casa para ouvir o Evangelho através de Pedro (At 10.24).

2.Em tempos de crise. O cerco à cidade de Jericó impeliu Raabe a reconhecer o Deus de Israel como o seu Senhor. Graças à firmeza de sua decisão, os seus pais, irmãos e outros parentes foram poupados da destruição (Js 6.23,24). Quando a família é assolada por doenças, morte ou escassez, o crente apontará Jesus como a única solução.

CONCLUSÃO

"Crê no Senhor Jesus Cristo, e serás salvo, tu e a tua casa". Firmado nessa promessa, o novo convertido orará pela salvação de toda a sua família. E, através de seu testemunho, demonstrará o que o Evangelho fará na vida de quem recebe Jesus como o seu Salvador.

A família salva buscará sempre uma oportunidade para falar de Cristo aos seus parentes e vizinhos. Não nos esqueçamos, igualmente, do fortalecimento espiritual de nossa família através do culto doméstico, do ensino bíblico e da frequência regular aos trabalhos da Igreja. E, dessa forma, ousemos afirmar como Josué: "Eu e a minha casa serviremos ao Senhor" (Js 24.15).

Leia ainda:

Download da lição 10:


Lições já disponíveis em PDF: 
Lição 01 - O que é Evangelização [4SHARED] [GOOGLE DRIVE]
Lição 02 - Deus, o Primeiro Evangelista [4SHARED] [GOOGLE DRIVE]
Lição 03 - Igreja, Agência Evangelizadora [4SHARED] [GOOGLE DRIVE]
Lição 04 - O Trabalho e Atributos do Ganhador de Almas [4SHARED] [GOOGLE DRIVE]
Lição 05 - A Evangelização Urbana e suas Estratégias [4SHARED] [GOOGLE DRIVE]
Lição 06 - A Evangelização dos grupos desafiadores [4SHARED] [GOOGLE DRIVE]
Lição 07 - O evangelho no mundo acadêmico e político [4SHARED] [GOOGLE DRIVE]
Lição 08 - A evangelização de grupos religiosos [4SHARED] [GOOGLE DRIVE]
Lição 09 - A evangelização das crianças  [4SHARED] [GOOGLE DRIVE]
Lição 10 - O poder da evangelização na família [4SHARED] [GOOGLE DRIVE]

Subsídios da Lição 10: O poder da evangelização na família

SUBSÍDIO TEOLÓGICO

"O ideal do Antigo Testamento é o de uma comunidade comprometida a viver para amar a Deus e os outros. A família deveria ser o foco da instrução. E o foco da família era o pai e a mãe que louvavam a Deus e levavam a sério suas palavras (Dt 6.5,6). Mães e filhas trabalhavam juntas no lar, enquanto os filhos trabalhavam com os pais. Os pais tinham muitas oportunidades para imprimir a Palavra de Deus em seus filhos, explicando as coisas e as escolhas que fizeram como respostas às Palavras de Deus.


As palavras eram faladas a respeito de Deus quando 'sentados em tua casa e andando pelo caminho, ao deitar-te e ao levantar-te'. Dessa maneira, a experiência diária era o contexto para se ensinar o significado da Escritura, pois a instrução da Lei de Deus acontecia na sala de aula da vida. O exemplo de pais comprometidos, a intimidade do amor da família, e a oportunidade de ver como as implicações da Lei de Deus eram seguidas, construíram juntos o mais poderoso projeto educacional jamais imaginado. Filo, escrevendo no tempo do Novo Testamento, diz que os filhos ‘são ensinados a crer em Deus, o único Pai e Criador do mundo, por assim dizer, desde o berço por seus pais, por seus professores, e por aqueles que os conduzissem, mesmo antes da instrução nas sagradas leis e costumes não escritos'" 

(RICHARDS, Lawrence O. Cuia do Leitor da Bíblia: Uma análise de Génesis a Apocalipse capitulo por capítulo. lO.ed. Rio de Janeiro: CPAD, 2012, p. 123).



SUBSÍDIO BÍBLICO-TEOLÓGICO

"Pedro ensina como uma esposa deve agir a fim de ganhar para Cristo o seu marido não salvo, (l) Ela deve ser submissa ao marido e reconhecer a sua liderança na família. (2) Ela deve conduzir-se de modo santo e respeitoso, com espírito manso e quieto. (3) Ela deve esforçar-se para ganhar o marido para Cristo, mais pelo comportamento, do que por suas palavras" 

(Bíblia de Estudo Pentecostat. Rio de Janeiro: CPAD, p. 1941).

A Palavra de Deus também apresenta ensinamentos para os maridos cujas esposas ainda não aceitaram a Cristo como Salvador, (l) Ame a sua esposa como Cristo amou a Igreja, ou seja, um amor altruísta e abnegado. (2) Coabite com sua esposa com entendimento, seja sábio em suas palavras e atitudes. (3) Suas ações devem ser coerentes com suas palavras. Viva aquilo que você prega.



SUBSÍDIO DIDÁTICO

Professor, mostre aos alunos, utilizando o quadro abaixo, que para uma evangelização eficiente entre os parentes não crentes é necessário:

(Clique na imagem para ampliar)

Leia ainda:

Download da lição 10:


Lições já disponíveis em PDF: 
Lição 01 - O que é Evangelização [4SHARED] [GOOGLE DRIVE]
Lição 02 - Deus, o Primeiro Evangelista [4SHARED] [GOOGLE DRIVE]
Lição 03 - Igreja, Agência Evangelizadora [4SHARED] [GOOGLE DRIVE]
Lição 04 - O Trabalho e Atributos do Ganhador de Almas [4SHARED] [GOOGLE DRIVE]
Lição 05 - A Evangelização Urbana e suas Estratégias [4SHARED] [GOOGLE DRIVE]
Lição 06 - A Evangelização dos grupos desafiadores [4SHARED] [GOOGLE DRIVE]
Lição 07 - O evangelho no mundo acadêmico e político [4SHARED] [GOOGLE DRIVE]
Lição 08 - A evangelização de grupos religiosos [4SHARED] [GOOGLE DRIVE]
Lição 09 - A evangelização das crianças  [4SHARED] [GOOGLE DRIVE]
Lição 10 - O poder da evangelização na família [4SHARED] [GOOGLE DRIVE]

21/08/2016

Eleições 2016: #02 - Declaração de bens dos candidatos a Prefeito do Rio

Seguindo acompanhando as eleições que ocorrerão em 2016 para Prefeito e Vereador, trazemos a declaração de bens dos 11 (isso mesmo, ONZE!!!) candidatos à Prefeitura do Município do Rio de Janeiro. Lembramos que a declaração de bens dos candidatos é apenas mais uma dentre outras obrigatoriedades previstas na Resolução n° 23.455 de 15/Dez/2015 sobre as eleições de 2016 [Acesse aqui a Resolução 23.455 do TSE]. A seguir temos a relação dos candidatos e sua declaração de bens: 

1.Candidatos a Prefeito do Rio/Eleições 2016 (Clique na imagem para ampliar)
Declaração de bens por Candidato:
(Clique nas imagens para ampliar)























Nota:: As declarações dos Candidatos Índio da Costa do PSD e Thelma Bastos do PCO não estavam disponíveis até o fechamento deste post. 

Eleições 2016: #01 - Atribuições de Prefeito e Vereador

Olá, boa tarde a todos, hoje iniciamos o acompanhamento das eleições de 2016, para o executivo municipal (Prefeitura) e legislativo municipal (Câmara de Vereadores). Neste primeiro post, trazemos as principais atribuições de Prefeito e Vereador.

"Conheça as atribuições do VereadorO Vereador é a pessoa eleita pelo povo para cuidar do bem e dos negócios do povo em relação à administração pública, ditando as leis necessárias para esse objetivo, sem, contudo, ter nenhum poder de execução administrativa.
Portanto, não pode prometer, já que não tem poderes para cumprir e/ou realizar obras, resolver problemas da saúde, da educação, do esporte, da cultura, do lazer, do asfalto, do meio ambiente, do trânsito, dos loteamentos e casas populares, etc.
Sua atribuição é auxiliar a administração nesses objetivos, por meio de Indicações e/ou Requerimentos.
Os Vereadores têm quatro funções principais:
1-Função Legislativa: consiste em elaborar as leis que são de competência do Município, discutir e votar os projetos que serão transformados em Leis, buscando organizar a vida da comunidade.
2-Função Fiscalizadora: o Vereador tem o poder e o dever de fiscalizar a administração, cuidar da aplicação dos recursos, a observância do orçamento. Também fiscaliza através do pedido de informações.
3-Função de Assessoramento ao Executivo: esta função é aplicada às atividades parlamentares de apoio e de discussão das políticas públicas a serem implantadas por programas governamentais, via plano plurianual, lei de diretrizes orçamentárias e lei orçamentária anual (poder de emendar, participação da sociedade e a realização de audiências públicas).
4-Função Julgadora: a Câmara tem a função de apreciação das contas públicas dos administradores e da apuração de infrações político-administrativas por parte do Prefeito e dos Vereadores." (Fonte: TRE/AP acesso em 21/Ago/2016 às 16h15min link: http://www.tre-ap.jus.br/imprensa/noticias-tre-ap/2012/Novembro/conheca-as-atribuicoes-do-vereador )
"Conheça as principais atribuições do prefeitoNo dia 28 de outubro, 253.365 eleitores foram às urnas para eleger o futuro prefeito de Macapá. Você conhece quais são as principais funções do prefeito?
Entre as atribuições exclusivas do prefeito estão: a limpeza pública, a manutenção de praças e ruas e a organização do trânsito.
Outras tarefas são feitas em parceria com os governos estadual e federal, como a saúde, por exemplo. Na área de saneamento básico, as prefeituras atuam em parceria com os estados. Na educação, a obrigação do município é cuidar das creches e ensino fundamental.
Para realizar suas tarefas, as prefeituras contam principalmente com o dinheiro arrecadado pelo IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) e ISS (Imposto Sobre Serviços). Mas nem sempre essa verba é o suficiente, sendo necessário um aporte do Governo Federal.
Decidir onde vai ser aplicado o dinheiro arrecadado é uma tarefa do prefeito, que precisa ser aprovada pela Câmara dos Vereadores. A população deve fiscalizar o trabalho do prefeito e, sempre que suspeitar de irregularidades, deve encaminhar denúncia ao Ministério Público ou à Câmara dos Vereadores.
Cabe ao prefeito:
Desenvolver as funções sociais da cidade e garantir o bem estar dos seus habitantes
Organizar os serviços públicos de interesse local
Proteger o patrimônio histórico-cultural do município
Garantir o transporte público e a organização do trânsito
Atender à comunidade, ouvindo suas reivindicações e anseios
Pavimentar ruas, preservar e construir espaços públicos, como praças e parques
Promover o desenvolvimento urbano e o ordenamento territorial
Buscar convênios, benefícios e auxílios para o município que representa
Apresentar projetos de lei à câmara municipal, além de sancionar ou vetar
Intermediar politicamente com outras esferas do poder, sempre com intuito de beneficiar a população local
Zelar pelo meio ambiente, pela limpeza da cidade e pelo saneamento básico
Implementar e manter, em boas condições de funcionamento, postos de saúde, escolas e creches municipais, além de assumir o transporte escolar das crianças
Arrecadar, administrar e aplicar os impostos municipais da melhor forma
Planejar, comandar, coordenar, controlar, entre outras atividades relacionadas ao cargo (Fonte: TRE/AP acesso em 21/Ago/2016 às 16h20min link: http://www.tre-ap.jus.br/imprensa/noticias-tre-ap/2012/Outubro/conheca-as-principais-atribuicoes-do-prefeito )

* * * 


15/08/2016

EBD 2016 - 3º Trimestre - Lição 09: A evangelização das crianças


INTRODUÇÃO

Ao ordenar a pregação do Evangelho a toda criatura, Jesus referia-se também às crianças. Ele jamais as deixaria de fora, pois a vontade do Pai é que nenhuma delas se perca, mas que todas se salvem e cheguem ao conhecimento da verdade (1 Tm 2.4). Vamos, em nossa ação evangelística, empregar todos os nossos recursos para conduzir as criancinhas a Cristo.
Quanto mais cedo elas forem evangelizadas, maior será a sua chance de escapar aos perigos físicos, morais e espirituais que as rodeiam. A evangelização dos pequeninos é mais do que prioritária; é urgentíssima.

I-A CRIANÇA É PECADORA E PODE PERDER-SE

Enquanto a criança não entrar pela porta da salvação, a sua condição diante de Deus em nada difere da posição de um pecador adulto.
1. A criança é nascida em pecado. Em consequência do pecado de Adão, todos os seres humanos vêm ao mundo na condição de pecadores (Rm 5.12). Veja a confissão de Davi: "Eis que em iniquidade fui formado, e em pecado me concebeu minha mãe" (Sl 51.5).


2. A alma da criança está em perigo. O Senhor Jesus falou claramente acerca da salvação das crianças: "Assim também não é vontade de vosso Pai, que está nos céus, que um destes pequeninos se perca" (Mt 18.14). Por que Jesus diria isto se não houvesse a possibilidade de os pequeninos se perderem? Sua declaração leva-nos a crer que a alma infantil está em perigo. Pense nisso.

3. A questão da inocência. O bebê é inocente apenas no sentido de que não tem consciência do pecado, por ser, ainda, mental e moralmente incapaz de praticá-lo. Embora portador do pecado original, não tem o pecado experimental. Por isso, dizemos que a criança está na "idade da inocência". Se ela vier a morrer nesse estado, irá para o céu, porquanto Deus não leva em "conta os tempos da ignorância" (At 17.30a). Todavia, a partir do momento em que a criança passa a distinguir entre o bem e o mal, torna-se culpada de seus erros e enquadra-se no restante do versículo: “anuncia agora a todos os homens, em todo lugar, que se arrependam" (At 17.30b). 

II-A CRIANÇA PODE CRER E SER SALVA

A Bíblia comprova que a criança pode arrepender-se de seus pecados, crer em Jesus, recebê-lo pela fé e ser salva.
1. Os pequeninos creem em Cristo. Jesus, que sonda mentes e corações, testemunha a capacidade de os pequeninos crerem em seu nome: "E Jesus, chamando uma criança, a pôs no meio deles" (Mt 18.2). Logo a seguir, advertiu: "Mas qualquer que escandalizar um destes pequeninos que creem em mim, melhor lhe fora que se lhe pendurasse ao pescoço uma mó de azenha, e se submergisse na profundeza do mar" (Mt 18.6).
Pelo que observamos no relato de Marcos, a criança que Jesus tomou como exemplo era pequena, porque Ele a pegou no colo (Mc 9.36). Sua tenra idade, porém, não constituiu qualquer obstáculo para que ela cresse em Cristo.


2. As crianças das cartas bíblicas. Paulo inicia a Epístola aos Efésios saudando os "santos que estão em Éfeso e fiéis em Cristo Jesus" (Ef 1.1). Ao final da carta, ele recomenda aos filhos que sejam obedientes aos pais (Ef 6.1). Logo, a mensagem do apóstolo destinava-se também às crianças que, na introdução da carta, foram incluídas entre os santos e fiéis.
Quem ainda duvida de que uma criança possa experimentar a alegria da salvação? Jesus as salva e batiza-as com o Espírito Santo.

3. Outras crianças da Bíblia. Timóteo era apenas um menininho quando aprendeu as sagradas letras (2 Tm 3.15). E, mais tarde, ao ouvir o Evangelho através de Paulo, aceitou prontamente Cristo, tornando-se útil ao Reino de Deus (At 16.1-4; 2 Tm 3.14-17).
No Antigo Testamento, também encontramos crianças que conheciam a Deus e fielmente o serviam. Haja vista Miriã, irmã de Moisés, Samuel e a escrava de Naamã (Êx 2.4-8; 1 Sm 2.11,18,26; 2 Rs 5.2,3).


III-COMO EVANGELIZAR AS CRIANÇAS

Neste tópico, veremos que podemos evangelizar as crianças através da Escola Dominical, da alfabetização, da Escola Bíblica de Férias e da evangelização personalizada.
1. Escola Dominical. Fundada pelo inglês Robert Raikes, em 1780, o objetivo inicial da Escola Dominical foi a evangelização dos menores que viviam nas ruas da cidade de Gloucester. A iniciativa de Raikes foi tão bem-sucedida, que serviu de modelo ao serviço de ensino público do Reino Unido. Que as escolas dominicais possam trabalhar, em regime prioritário, em prol da evangelização infantil.



2. Alfabetização evangelizadora. Robert Raikes não se limitou a evangelizar as crianças de Gloucester. Juntamente com a Palavra de Deus, ensinava-as a ler e a escrever, a fim de as engajarem na sociedade inglesa.

Leia também: 4 heresias incomuns de Agenor Duque

3. Escola Bíblica de Férias. Preocupada com as crianças que, no período das férias escolares, perambulavam pelas ruas de Nova York, a irmã Elisa Hawes resolveu, em julho de 1898, reuni-las para ensinar-lhes a Bíblia Sagrada. Aqueles meninos e meninas, dos 7 aos 14 anos, tomaram um novo rumo em suas vidas. A partir daquela data, a Escola Bíblica de Férias passou a ser vista como parte essencial das missões urbanas. No Brasil, a primeira EBF foi realizada em 1924, no Colégio Americano Batista de Vitória-ES. Na evangelização das crianças, utilize a EBF.

4. Evangelização infantil personalizada. Desenvolva, em sua igreja, a evangelização infantil personalizada. Cada criança deve ser conhecida por seu nome, por seus problemas e por sua realidade social. Saia às ruas, praças e outros logradouros, e reúna os pequeninos para ouvir a maravilhosa história da salvação. Mas, antes, treine adequadamente a sua equipe. Não esqueça o discipulado. Acompanhe cada criança convertida. Seja o seu pai espiritual. 


CONCLUSÃO

Quando se ganha uma criança para Jesus, conquista-se uma vida toda de realizações para o Reino de Deus. Então, por que esperar? Vamos investir mais na evangelização infantil. Para isso, os professores de educação infantil precisam ser preparados e equipados com o que há de melhor nessa área. Treine professores. Num momento tão difícil como o que atravessamos, não podemos deixar as crianças em poder de uma cultura anticristã, pecaminosa e contrária à moral e aos bons costumes. Salve os pequeninos do inferno. Jesus também morreu por eles.


Leia ainda:

Download da lição 09:


Lições já disponíveis em PDF: 
Lição 01 - O que é Evangelização [4SHARED] [GOOGLE DRIVE]
Lição 02 - Deus, o Primeiro Evangelista [4SHARED] [GOOGLE DRIVE]
Lição 03 - Igreja, Agência Evangelizadora [4SHARED] [GOOGLE DRIVE]
Lição 04 - O Trabalho e Atributos do Ganhador de Almas [4SHARED] [GOOGLE DRIVE]
Lição 05 - A Evangelização Urbana e suas Estratégias [4SHARED] [GOOGLE DRIVE]
Lição 06 - A Evangelização dos grupos desafiadores [4SHARED] [GOOGLE DRIVE]
Lição 07 - O evangelho no mundo acadêmico e político [4SHARED] [GOOGLE DRIVE]
Lição 08 - A evangelização de grupos religiosos [4SHARED] [GOOGLE DRIVE]
Lição 09 - A evangelização das crianças  [4SHARED] [GOOGLE DRIVE]

Subsídios da Lição 09: A evangelização das crianças



SUBSÍDIO DE EDUCAÇÃO CRISTà

“A base bíblica para a evangelização de crianças não se resume no fato de que eles estão prontos para a salvação, nem somente no fato de carecerem da mensagem do evangelho tanto quanto os adultos. A própria Palavra de Deus nos manda fazer esse trabalho, e há mandamentos específicos sobre as crianças.
A Bíblia apresenta algumas razões pelas quais devemos evangelizar as crianças:

1. É mandamento bíblico (Dt 4.9,10; 6.6,7; Pv 22.6);
2. Jesus deu o exemplo, por isso devemos imitá-lo (Mt 18.2; Mc 9-36,37).
3. Todos pecaram, inclusive a criança (Sl 58.3; Rm 3.23). Atos como ira, obstinação, inveja, desobediência e mentira fazem parte da natureza humana.
A. Os infanto-juvenis possuem alma imortal (Ez 18.4).
5. A Bíblia esclarece que uma criança pode ser salva (Mt 18.6).
6. Jesus recebeu 'perfeito louvor' da boca dos pequeninos (Mt 21.16).
É bom saber que a salvação é para todos, sem excluir ninguém. Sem nenhuma restrição quanto a cor, raça, língua, religião e idade. A forma de receber a salvação também é única—a fé em Cristo (Jo 1.12). A verdadeira evangelização é global e, por fim, a evangelização das crianças é o cumprimento da vontade de Deus.
A infância é o período em que o coração e a mente estão mais predispostos à influência do evangelho. Uma criança ganha para Cristo representa uma alma salva e uma vida que poderá ser empregada no serviço do Mestre" 

(FIGUEIREDO, Helena. A Importância do Evangelismo Infanto-Juvenil. 2.ed. Rio de Janeiro: CPAD, 2012, pp. 22,23).


SUBSÍDIO DE EDUCAÇÃO CRISTÃ

“Talvez você deseje fazer as seguintes indagações: 'As crianças são pecadoras?' 'Elas não são puras como os anjos?' 'Elas podem receber a Cristo como Salvador?' Segundo Normam Geisler, 'a situação eterna dos infantes sempre representou uma questão polêmica na Teologia cristã ortodoxo'. Os crentes têm muitas dúvidas em relação à salvação das crianças. É um assunto polêmico. Estariam os bebés condenados ao fogo do inferno? Se fomos concebidos em pecado, não somos todos filhos da ira (Ef 2.3)?


Acesse aqui mais de 70 arquivos para download grátis de livros,acesse!!!

Todos os seres humanos já nascem com uma natureza pecaminosa, que é chamado de pecado original (Rm 3.23). Somos filhos da ira, porém, durante um tempo, a criança não tem condições, ou seja, estruturas cognitivas, para discernir entre o bem e o mal, o certo e o errado. Essa fase é comumente chamada de fase da inocência. Logo, não existe condenação para o pecado nesse período, pois não há discernimento entre o bem e o mal. Isaías fala a respeito da criança rejeitar o mal e saber escolher o bem (Is 8.15,16). 'Mas essa fase se estende até que idade?' Não sabemos. Isso mesmo, não podemos afirmar a idade certa. Cada criança é única. Vai depender do desenvolvimento mental, cognitivo de cada uma. Como não sabemos o tempo preciso, o melhor é falar a respeito de Jesus e apresentar-lhe o plano da salvação o quanto antes." 

(BUENO, Telma. Ensinando a Fé Cristã às Crianças: Um guia para pais e professores, l.ed. Rio de Janeiro: CPAD, 2013, p. 43).


SUBSÍDIO DE  EDUCAÇÃO CRISTÃ

“A ordem do Mestre para nós, seus discípulos, foi: 'Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura' (Mc 16.15). A criança é uma criatura, por isso, está inserida nesta ordenança. Porém quando lemos este texto bíblico, em geral nossa mente nos remete apenas aos adultos. Nossos filhos e alunos precisam ter um encontro pessoal com Jesus a fim de que se tornem filhos de Deus (Jo 1.12). Depois de receberem a Jesus como Salvador, as crianças necessitam do discipulado, a fim de que ‘[cresçam] na graça e no conhecimento de Deus' (1 Pe 3.18). O desejo de conhecer a Deus na criança é inato.



A fé em Cristo não é herdada, mas aprendida. Um dos fatores que impedem investimentos e esforços na evangelização e discipulado infantil é a crença infundada de que nascer em um lar evangélico e frequentar a Escola Dominical são suficientes para que a criança receba a salvação e se torne um cristão. Isso não é suficiente. Vou fazer uma analogia bem simples para que fique bem claro o pensamento: 'Deixar o seu filho(a) durante várias horas em uma cozinha vai fazer dele(a) um cozinheiro(a)?' A Bíblia relata que Samuel desde pequeno viveu no Templo junto ao sacerdote Eli, porém em 1 Samuel 3.7 lemos que ‘ele ainda não conhecia ao Senhor'. Triste, não? Existem milhares de crianças que vão à igreja, pertencem a famílias cristãs, mas também não conhecem a Jesus como Salvador"

 (BUENO, Telma. Ensinando a Fé Cristã às Crianças: Um guia para pais e professores, l.ed. Rio de Janeiro: CPAD, 2013, pp. 13,14). 

Leia ainda:

Download da lição 09:


Lições já disponíveis em PDF: 
Lição 01 - O que é Evangelização [4SHARED] [GOOGLE DRIVE]
Lição 02 - Deus, o Primeiro Evangelista [4SHARED] [GOOGLE DRIVE]
Lição 03 - Igreja, Agência Evangelizadora [4SHARED] [GOOGLE DRIVE]
Lição 04 - O Trabalho e Atributos do Ganhador de Almas [4SHARED] [GOOGLE DRIVE]
Lição 05 - A Evangelização Urbana e suas Estratégias [4SHARED] [GOOGLE DRIVE]
Lição 06 - A Evangelização dos grupos desafiadores [4SHARED] [GOOGLE DRIVE]
Lição 07 - O evangelho no mundo acadêmico e político [4SHARED] [GOOGLE DRIVE]
Lição 08 - A evangelização de grupos religiosos [4SHARED] [GOOGLE DRIVE]
Lição 09 - A evangelização das crianças  [4SHARED] [GOOGLE DRIVE]

Respostas da Lição 09: A evangelização das crianças


A respeito da evangelização das crianças, responda:

• Conforme Romanos 3.23 e Salmos 51.5, qual a condição espiritual da criança ao nascer?
Ela é pecadora. Em consequência do pecado de Adão, todos os seres humanos vêm ao mundo na condição de pecadores.



• Que versículo da Bíblia indica que a alma da criança está em perigo de perder-se?
"Assim também não é vontade de vosso Pai, que está nos céus, que um destes pequeninos se perca" (Mt 18.14).
• Como as crianças foram tratadas por Paulo em sua Carta aos Efésios?
Paulo inicia a Epístola aos Efésios saudando os "santos que estão em Éfeso e fiéis em Cristo Jesus" (Ef 1.1). Ao final da carta, ele recomenda aos filhos que sejam obedientes aos pais (Ef 6.1). Logo, a mensagem do apóstolo destinava-se também às crianças que, na introdução da carta, foram incluídas entre os santos e fiéis.

• Que autor sagrado mencionou o relacionamento dos pequeninos com Deus Pai? Cite referência.
Mateus 18.2-6 e Marcos 9.36.


• De que forma podemos evangelizar as crianças?
Por meio da Escola Dominical, alfabetização evangelizadora, Escola Bíblica de Férias e evangelização infantil personalizada.


Leia ainda:

Download da lição 09:


Lições já disponíveis em PDF: 
Lição 01 - O que é Evangelização [4SHARED] [GOOGLE DRIVE]
Lição 02 - Deus, o Primeiro Evangelista [4SHARED] [GOOGLE DRIVE]
Lição 03 - Igreja, Agência Evangelizadora [4SHARED] [GOOGLE DRIVE]
Lição 04 - O Trabalho e Atributos do Ganhador de Almas [4SHARED] [GOOGLE DRIVE]
Lição 05 - A Evangelização Urbana e suas Estratégias [4SHARED] [GOOGLE DRIVE]
Lição 06 - A Evangelização dos grupos desafiadores [4SHARED] [GOOGLE DRIVE]
Lição 07 - O evangelho no mundo acadêmico e político [4SHARED] [GOOGLE DRIVE]
Lição 08 - A evangelização de grupos religiosos [4SHARED] [GOOGLE DRIVE]
Lição 09 - A evangelização das crianças  [4SHARED] [GOOGLE DRIVE]

11/08/2016

Evolução do humor gospel

Boa tarde a todos, 

Recentemente, temos visto uma ascensão de um humor feito por cristãos, usando como inspiração muitas vezes a própria temática evangélica, predominantemente o Pentecostalismo tradicional. Indo como forma de entretenimento gospel, é possível perceber um tom crítico em muitos destes projetos. Valendo-se do humor, muitos deste 'youtubers' (termo para aqueles que fazem videos para o YouTube), criticam métodos, mensagens e principalmente características de muitos modelos de pregadores adotados em muitas das igrejas evangelicas hoje em dia. 

Em um destes canais, por exemplo, o video "Pedindo MC Donald's", do canal Tô Solto, o pastor "Jacinto Manto", personagem interpretado por Vinícios Rodrigues, possui pouco menos de 200 mil  visualizações e mostra um pregador pentecostal pedindo um lanche na rede fast-food. Partindo do "Abra comigo seu cardápio aí... lanche de número 1..." e ele continua seu pedido seguindo o modelo das pregações pentecostais. 


Nos comentários, é quase unânime a aceitação dos crentes que assistiram o video, alguns, porém, criticam afirmando que não se deve utilizar este método para produzir entretenimento, entretanto, não há uma fundamentação mais consistente acerca de qual motivo seria a base para não realizar tal trabalho. E engana-se quem pensa que se trata de algo mal feito ou sem uma pegada comercial, prova disto é a abertura do canal para publicidades ou parcerias, contando com página em redes sociais inclusive. [Link do video no YouTube

Já no Porta Estreita TV, o video "Antes do Culto", já conta com mais de 1 milhão de visualizações no YouTube, e mostra um típico dia de domingo e o casal se preparando para ir ao culto. Num dos momentos, o marido questiona à esposa: "Onde está meu anel de apóstolo?".


Neste canal do YouTube, que conta com mais de 200 mil inscritos, há bastante aceitação daqueles que acessam. [Link do Video no YouTube]

Citamos apenas dois, mas poderíamos citar diversos outros canais e videos que circulam no YouTube, mas finalizaremos com um dos vários videos do Pastor Cláudio Duarte, conhecido por suas pregações temperadas com muito humor, sem com isto deixar de pregar as verdades bíblicas. Pelas características do Pastor, ele já participou de diversos programas de tv, sendo ouvido por milhões de pessoas que, mesmo não sendo cristãos, ou protestantes, pararam para ouvir o evangelho pelo modo como ele transmite a Mensagem. 


O video acima com o Pastor pergunta: "Qual é a sua galinha?" e relata um caso dele pós culto e nos cinco dois minutos de palavra, a síntese é espetacular e totalmente bíblica. [Link no YouTube]

Há obviamente aqueles que entendem ser incorreta a adoção de métodos humorísticos, seja em pregações ou mesmo em canais independentes pois argumentam que seria uma forma de ridicularizar o evangelho ou menosprezar por exemplo a expressão de fé que a pessoa discorde como pentecostalismo por exemplo. Independentemente das posições, seja a favor ou contra, é fato que por um lado há uma grande absorção, principalmente de evangélicos mais jovens que compartilham de certa forma deste pensamento pois de certa forma discordam do modelo predominante de métodos de pregação ou modelo pastoral atual por exemplo. Sendo a favor ou contra, não podemos negar que na maioria dos casos, há uma clara visão comercial, naqueles que fazem o humor evangélico, ali, diferente de pastores que têm humor em suas mensagens, a ideia central é gerar receita, ainda que em alguns casos haja algum teor bíblico, inegavelmente. Ao que parece, atualmente a fé (ou o mercado da fé) extrai de todas as formas maneiras de gerar dinheiro partindo desse elemento comum que é a fé evangélica, sendo um excelente nicho de mercado. 

*Respeitando os direitos autorais, quaisquer produtor sentindo-se incomodados, favor nos informar, que faremos as devidas edições no post, Leia nossos Termos 

#03 - Prova de pagamento ClixSense

Bom dia a todos, estamos no nosso terceiro post sobre os recebimentos do ClixSense e apenas lembrando nosso histórico de recebimentos, tivemos duas retiradas dentro do mês de Julho/2016, nos dias 05 e 18. Como sempre temos feito, vamos aos dados e ao final temos o resultado deste pagamento do mês de Agosto/2016.

Inscrição no ClixSense: 27 - Maio - 2016 ( Dias totais: 1 mês e 22 dias)

Horas por dia: 1 Hora (média)
Valor do depósito: $ 10,88 (Dólares)

clique na imagem para ampliar



2)Data do depósito: 18 - Julho - 2016
Valor do depósito: $ 12,36 (Dólares)

clique na imagem para ampliar


3) Data do depósito: 10 - Agosto - 2016
Valor do depósito: $ 12,16 (Dólares)

clique na imagem para ampliar


* Cotação do Dólar hoje: 3,1428 BRL

Saldo Total: U$ 35,41 x 3,14 = R$ 111,28


Estrategicamente, decidi deixar o saldo no PayPal mesmo por não precisar no momento e também para aproveitar uma eventual alta do Dólar. Gostou? Tá afim de receber uma grana no teu tempo livre? Inscreva-se no ClixSense no link abaixo:




Autor: Investidor de Centavos

* Esta postagem é original do Blog "Recebendo de PTC", blog parceiro, e o Blog Verdade Profética não teve participação na elaboração das informações. Participamos apenas na divulgação. Blog Recebendo de PTC: http://recebendodeptc.blogspot.com/

03/08/2016

4 Heresias incomuns de Agenor Duque


Inúmeros movimentos evangélicos surgiram nos últimos anos, vários deles com propostas muito inovadoras no mercado da fé, angariando muitos seguidores. Uma verdadeira multidão seguidores têm ido até estes que prometem de curas até sucesso financeiro e toda sorte de bênçãos. Hoje, falaremos de uma figura que está se tornando cada vez mais conhecida, chamado de apóstolo, o senhor Agenor Duque é fundador da igreja Apostólica Plenitude do Trono de Deus, igreja que fundou após sair da igreja Mundial do Poder de Deus do apóstolo Valdemiro Santiago em 2006. Além de um crescimento grandioso de sua igreja, Agenor também é lembrado por práticas adotadas em sua igreja e seu ministério.

I - DISCORDÂNCIA GERA MALDIÇÃO

Em culto comandado pelo 'apóstolo' Agenor, no altar de sua igreja ele discute e amaldiçoa um homem que participava do culto. No video que circula na internet (disponível abaixo),o líder diz ao homem: “Nunca mais vai andar. Até você voltar aqui e respeitar profeta. Se eu sou homem de Deus você está amaldiçoado! Desafio” e após chamá-lo de enviado do diabo, ele o convida a se retirar de sua igreja: “Não quer? Vai embora daqui, rapaz”. O autointitulado 'apóstolo' além de desconhecer os fundamentos da fé cristocentrica, ainda demonstra sua total ausencia de fruto do Espírito, uma vez que em meio a um culto que comandava, deixou-se levar por alguma irritação. Veja o video:


Após este video, o reverendo Caio Fábio (outra figura controversa) classificou Agenor Duque de 'macumbeiro perverso', 'bruxo', 'feiticeiro pós-moderno neo-pentecostal' em video, assista:


II - PARE DE FUMAR FUMANDO COM O 'MILAGRE DE MANASSÉS'!

Em outra oportunidade, novamente em sua igreja, suma 'sexta-feira forte' (?) o líder incentivou uma mulher a fumar no altar de sua igreja durante uma 'ministração'. No video o pastor fala para ela tragar e expelir a fumaça pelo nariz e disse que ela não deveria ter vergonha pois seria a última vez segundo ele. Após aquele momento feliz de relaxamento com cigarro, ele pega uma toalhinha (ungida claro!) para dar continuidade ao trabalho, e em sua oração afirma que essa tal unção de Manassés (???) tem até mesmo o poder de fazer o fiel esquecer dos vícios que já teve em sua vida.



III - REVELAÇÕES OU 'REVELAMENTOS'?

Em muitas igrejas, é comum o uso daquilo que é tido como revelação, onde por dom do Espírito Santo, o pregador descreveria a vida de alguém presente no culto, convidando-o posteriormente a receber oração afim de libertá-lo do mal que supostamente fora revelado. Tal prática é adotada pela igreja de Duque nos cultos comandados por ele e por sua esposa, Ingrid (autointitulada bispa...). Em matéria publicada pela Revista Época, um ex-obreiro de Duque falou como funcionam as 'revelações', dizendo que assim que o fiel chega aos cultos, é preenchida uma ficha com seus dados e motivos de oração e é repassada ao pastor que, no momento do culto, encena como se fosse uma revelação divina. [Leia a matéria da Revista Época aqui, site consultado em 03/Agosto/2016]



IV - BISPA DO PÉ UNGIDO

Bom, a 'bispa' Ingrid, esposa do dono da igreja, também tem seus dons estranhos... como o mercado da fé exige métodos de arrecadação criativos, a bispa pede a seus fiéis que deixem suas ofertas e toquem em seus pés ungidos (mas deixem suas ofertas!). Assista o video:



CONCLUSÃO

Então... nada daquilo que é apresentado tem algum fundamento bíblico, tratam-se de heresias que tem como objetivo único a arrecadação,nada mais... 

Compartilhe!