02/07/2013

Introdução a Filipenses: A Cidade e a Carta

Filipos, A Cidade:: 

Capital da Macedônia,situada na importante estrada entre Roma e a Ásia. Seu nome deriva-se de Filipe, rei da Macedônia, pai de Alexandre o Grande, que a reedificou e embelezou. Foi em Filipos que,pela primeira vez, se pregou o Evangelho na Europa, por ocasião da segunda viagem de Paulo. Na época de Paulo, Filipos era uma cidade romana privilegiada, tendo uma guarnição militar

A Carta::

A Epístola aos Filipenses, foi a décima na ordem cronológica, e a sexta na ordem da Bíblia,das epístolas de Paulo.Diferentemente de muitas cartas de Paulo,Filipenses não foi escrita devido a problemas ou conflitos na Igreja,sua motivação básica é a afeição e apreço pela congregação. O apóstolo,mesmo muito distante e em prisão, não foi esquecido pelos crentes de Filipos. Foi a Igreja que enviou ao Apóstolo Paulo uma oferta, sobre as demais,não sabemos. A Carta de Paulo é uma resposta aos Filipenses. É uma carta simples e sincera, um derramamento afetuoso e espontâneo de um coração que podia exprimir-se sem reserva a uma Igreja amadíssima.

Divisão::

Filipenses pode ser dividido da seguinte forma:

INTRODUÇÃO(1.1-11)
  1. Saudações (1.1,2)
  2. Ação de graças e oração pelos filipenses (1.3-11)
I. As circunstâncias em que Paulo se encontrava (1.12-36)
  1. O avanço do evangelho por causa da prisão de Paulo (1.12-14)
  2. A proclamação de Cristo de todas as maneiras (1.15-18)
  3. A disposição de Paulo viver ou morrer (1.19-26)

II.Assuntos de interesse da Igreja (1.27-4.9)
  1. Exortação de Paulo aos filipenses (1.27-2.18)
  2. Os mensageiros de Paulo a Igreja (2.19-30)
  3. Advertencias de Paulo a respeito de falsos ensinos (3.1-21)
  4. Conselhos finais de Paulo (4.1-9)

CONCLUSÃO(4.10-23)
  1. Reconhecimento e gratidão pelas ofertas recebidas (4.10-20)
  2. Saudações finais e bênção (4.21-23)
A Chave da Carta aos Filipenses é: "Alegrai-vos sempre no Senhor"(4.4). Essa epístola,cheia de alegria e gratidão, das profundezas da prisão (1.7,13,14,17),e na sombra do sepo do decapitador, lembra os cânticos de louvor por volta da meia-noite no cárcere de Filipos,At.16.25.

::Bibliografia utilizada::
Bíblia de Estudo Pentecostal
Pequena Enciclopédia Bíblica

Disponível também em PDF.:. [aqui]

Compartilhe!