terça-feira, 8 de maio de 2012

Errais não conhecendo as escrituras nem o poder de Deus (Mateus 22.29)

A análise da situação espiritual dos contemporâneos de Cristo era visivelmente caótica e desprovida da espiritualidade que Deus almejava a Seu povo.É bem verdade que o sacerdote é reflexo do povo que o segue(Oséias 4.9),como resultado da busca que o povo tem dentro de si mesmo,mas, por outro lado, Cristo mostra em Mateus 22.29, que a responsabilidade pelos desvios de doutrina e enganos na interpretação do sagrado também é das multidões que seguem tais doutrinas.

O profeta Isaías,ao profetizar,chega a um momento onde convoca seus ouvintes a buscar no Livro de Deus a respeito daquilo que ele ministrava(Is.34.16). Obviamente, isso se deu porque muitos duvidavam da veracidade daquilo que o profeta falava,questionavam-o se,de fato,tais revelações eram provenientes de Deus.O questionamento não era gerado pela espiritualidade daqueles que o ouviam, mas,pela sua incredulidade e dureza de coração.

Muito embora a Igreja esteja submissa a homens e reconheça a sua autoridade apostólica,isso não quer dizer que esta deva receber as ministrações vindas do altar de forma infalível e inerrante.As Escrituras mostram que a dedicação às letras sagradas deve ser constante,haja vista que elas produzem entendimento que conduz à salvação(2Tm.3.15).Note o leitor que o conhecimento da Escritura por si só não é suficiente para garantir-nos salvação,mas,ela revela a vontade de Deus,que é a base para a nossa salvação,ela apresenta e revela o caráter do Cristo (João 5.39).

Quando Jesus chega a afirmar que o povo erra não conhecendo as Escrituras e o poder de Deus,ele o faz pois este é o único meio pelo qual o mundo pode vencer os seguidores Dele.Quando Isaías profetiza,apontando os erros espirituais de Israel,mostra que a derrota para os babilônios,egípcios, romanos,e outros povos que os venceram eram vitórias pela sua própria ignorância espiritual.Muitas vezes exerciam uma religiosidade,viviam com harpas e alaúdes,mas,a sua conduta espiritual com Deus era corrompida e sem sinceridade(Is.5.12-13).Como hoje, muitos são aqueles que não utilizam o conhecimento da Palavra,genuíno e verdadeiro,que conduz à salvação,se apegando a uma distorção das palavras de Jesus Cristo para a resolução de seus problemas pessoais,aplicando a palavra de forma equivocada.

O contexto espiritual no qual Jesus revelou tais palavras,mostra que os que se diziam fiéis,eram os mesmos que adulteravam,eram os mesmos que idolatravam seus falsos deuses,eram os mesmos que cobravam juros abusivos,eram os mesmos que profanavam o altar. Jesus, então, mostra que eles, embora mantivessem aparente espiritualidade,não passavam de errantes no deserto,um povo que se diz fiel e que não conhece os caminhos de seu Deus,esta ignorância os guia para a própria destruição (Sl.95.10).

Atualizado em: 24/Abril/2013

Posts relacionados

Links



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...