16/12/2015

O que você está fazendo com o seu Décimo terceiro salário???

O que você está fazendo com o seu Décimo terceiro salário???

E aí, tudo legal? Espero que sim!

[...]Senti-me na obrigação de trazer esta reflexão, principalmente porque já estamos findando mais um ano e muitos terminarão este da mesma forma que terminaram o outro: endividados, gastando seu décimo terceiro em presentes, etc.

Confesso que não costumo dar presentes de Natal, primeiro porque nunca fomos acostumados a isso em nossa casa, haja vista que nunca tivemos dinheiro pra ficar gastando com isso por aí.... Segundo porque não me sinto à vontade em escolher um presente para alguém, desde uma simples lembrancinha a alguma coisa mais elaborada; na maioria dos casos, quando tentei presentear alguém, ou exagerei dando algo que não mereciam, ou que era demais para a pessoa, ou comprei algo que não gostaram e me classificaram como 'mão de vaca', ou qualquer outra coisa. Pois muito bem, com exceção de crianças próximas a mim, não presenteio ninguém e ponto final. 

Mas, com o final do ano, vem aquele benefício adorado por inúmeros trabalhadores Brasil afora, o chamado 13º salário, que salva as almas de muitas pessoas na sua tentativa de presentear seus amiguinhos. A maioria,porém, mais consciente da necessidade de se livrar de suas dívidas, usa seu 13º para pagar quitá-las. Uma iniciativa louvável, uma vez que manter-se endividado também gera uma série de malefícios e mais prejuízos. Livrar-se das dívidas abre as portas para uma vida melhor sem dúvida alguma; as pessoas te olharão como uma criatura que honra seus compromissos, paga suas dívidas e tudo mais... 

Já os que estão mais tranquilos, sem dívidas e sem gente chata pra ficar dando presentes, podem colocar seu 13º em investimentos,os quais gerarão posteriormente, benefícios. Digo isto porque investindo pelo menos uma parte do seu suado abono de fim de ano, você poderá depois usá-lo em seu benefício. Imagine os dividendos, JSCP, rendimentos de Fundos imobiliários, tudo porque você optou abrir mão de um costume que nos gera prejuízo, de dar presentes inclusive para pessoas que não suportamos. Pense por exemplo que o dinheiro que você está investindo hoje será aquele que financiará tua sonhada viagem de férias, uma moto no ano que vem, sem precisar de consórcio ou um grande financiamento, um carro, ou qualquer outra coisa que você deseja para o próximo ano. 

A minha parte eu já separei para investir, e você? **

**Texto extraído do Blog Investidor de Centavos,em: http://investidordecentavos.blogspot.com.br/
Acesse!


Compartilhe!