12/03/2017

Subsídios da Lição 12 - Quem Ama Cumpre Plenamente a Lei Divina


SUBSÍDIO DIDÁTICO 


Professor, inicie o primeiro tópico da lição fazendo a seguinte indagação: "Quais são as três dimensões do amor ágape?" Ouça os alunos e incentive a participação de todos para que aula se torne dinâmica. Em seguida, desenhe no quadro duas linhas: uma vertical e uma horizontal. Depois desenhe um ponto. A seguir explique que o amor divino possui três dimensões: (1) A dimensão vertical (aponte para a linha vertical). Diga que é o amor em direção a Deus. (2) Dimensão horizontal (aponte para a linha horizontal). Fale que é amor em direção ao nosso semelhante. (3) Dimensão interior (mostre o ponto). É o amor em direção a nós mesmos. Diga que se conseguirmos cumprir essas três dimensões, cumprimos toda a lei. Para concluir, peça que um aluno leia Lucas 10.27: "Amarás ao Senhor, teu Deus, de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todas as tuas forças, e de todo o teu entendimento e ao teu próximo como a ti mesmo." Explique que como crentes precisamos viver esses três aspectos.


Inscreva-se e receba nossas publicações grátis!
Digite seu e-mail:



Enviado por FeedBurner

SUBSÍDIO TEOLÓGICO 


Amor fraternal (philia) Como visto em 2 Pedro 1.7, há um segundo tipo de amor, o qual é chamado amor fraternal ou bondade fraterna. Este amor é amizade, um amor humano que é limitado. Amamos se somos amados. Lucas 6.23 diz: 'Se amardes aos que vos amam, que recompensa tereis? Também os pecadores amam aos que os amam'. A bondade ou amizade fraterna é essencial nas relações humanas, mas é inferior ao amor ágape, porque depende de uma recíproca; quer dizer, somos amigáveis e amorosos com aqueles que são amigáveis e amorosos conosco (GILBERTO, António. O Fruto do Espírito: A Plenitude de Cristo na vido do crente, 2.ed. Rio de Janeiro: CPAD, 2004, p. 36). Todos os que se dedicam a Jesus Cristo pela fé, também devem dedicar mútuo amor uns aos outros, como irmãos em Cristo (1Ts 4.9,10), com afeição sincera, bondosa e terna. Devemos preocupar-nos com o bem-estar, as necessidades e a condição espiritual dos nossos irmãos, sendo solidários e assistindo-os nas suas tristezas e problemas. Devemos referir-nos em honra uns aos outros, devemos estar dispostos a respeitar e honrar as boas qualidades dos outros crentes (Bíblia de Estudo Pentecostal. Rio de Janeiro: CPAD, 1995, p. 1723).  




Compartilhe!