30/01/2017

Subsídios da Lição 06 - Paciência - Evitando as Dissensões


SUBSÍDIO TEOLÓGICO

Lição 6 Leia também Subsídios desta lição Respostas desta lição Comentário desta lição


 Tiago começa a carta encorajando os leitores a que aceitem com alegria as provações que são permitidas por Deus para dar-lhes maturidade. A partir daí, passa a mencionar as fontes que nos permitem suportaras perseguições duras e continuadas. Tiago adverte os ricos que oprimem os pobres. Os ricos, que hoje vivem na opulência, enfrentarão com certeza o juízo por maltratarem os inocentes (5.1-6). Nesse clima, os crentes devem ser pacientes, mantendo-se firmes até a Volta do Senhor. A certeza de que o Juiz está às portas, nos conforta e encoraja (vv.7-9). Entrementes, os crentes podem encontrar conforto no exemplo de outros. Como em Jó, que viveu no sofrimento e emergiu da experiência da misericórdia de Deus (vv.10 - 11). Na medida em que perseveramos devemos permanecer inabalavelmente comprometidos em falar e viver a verdade (v.12). Os crentes também dispõem do recurso da oração. Quando oferecida por uma pessoa justa, produz efeito grande e poderoso sobre a nossa experiência aqui e agora (vv. 13-18). Finalmente, cada um de nós é um manancial para os outros. Quando uma pessoa se extravia devemos buscá-la e trazê-la de volta para uma vida em consonância com a verdade de Deus (vv, 19-20)" 

(RlCHARDS, Lawrence O. Guia do leitor da Bíblia. Rio de Janeiro: CPAD, 2005, p.875).

loading...

SUBSÍDIO HISTÓRICO 


Ainda sois carnais (Tg 3.3) A palavra aqui é sarkitos, que significa 'carnal' ou 'da carne'. Embora possuam o Espírito, os coríntios não viviam pelo Espirito; sua perspectiva e comportamento expressam a natureza pecaminosa da humanidade. Embora a tradução da NVI como 'mundanos' seja inadequada, ela nos lembra uma verdade importante. As coisas mundanas não são apenas aquelas que os cristãos 'não devem fazer', tais como fumar, beber, etc. as coisas mundanas estão relacionadas com 'agir como meros homens' (3.3), movidos pelos impulsos egoístas que guiam a humanidade perdida 



(RICHARDS, Lawrence O. Comentário Histórico-Cultural do Novo Testamento. Rio de Janeiro; CPAD, 2007, p.328).


Inscreva-se e receba nossas publicações grátis!
Digite seu e-mail:


Enviado por FeedBurner

SUBSÍDIO TEOLÓGICO 


"A 'paciência' (makrothumia) é seguramente o fruto que torna o homem semelhante a Deus. Como ocorre em outros termos, esta é característica de Deus; e do homem, segundo Deus quer que ele seja. Como Deus é paciente com os homens, então eles são pacientes nEle, tanto quanto em relação a seus semelhantes; pois as circunstâncias e os acontecimentos estão nas mãos de Deus. Esta virtude bíblica vital não deve ser confundida com mera disposição tranquila, que permanece impassível diante de toda e qualquer perturbação. Tal modo de vida é mais uma característica nativa da personalidade do que uma qualidade do espírito. Longanimidade é exatamente o que a palavra sugere: ânimo longo, firmeza de ânimo, constância de ânimo, alguém que permanece animado por muito tempo sem se deixar abater. Sua essência primária é a perseverança (Desistir? Nunca!), suportando as pessoas e as circunstâncias. Como Deus é longânimo para conosco (1Tm 1.12-16), assim devemos ser longânimos para com nossos semelhantes (Ef 4.2), nunca admitindo a derrota por mais que os homens sejam irracionais e difíceis (cf. 1Ts 5.4). É este tipo de paciência que reflete verdadeiramente o amor cristão (ágape; cf. 1Co 13.4). Tal amor paciente não é nossa realização. É o trabalho de Deus no coração dos homens, pois é o fruto do Espírito" 

(Comentário Bíblico Beacon — Calotas a Filemom. Rio de Janeiro: CPAD, 2006, p.75).

----------
Lições anteriores

Lição 1Leia tambémSubsídios desta liçãoRespostas desta liçãoComentário desta liçãoVideo aula
Lição 2Leia tambémSubsídios desta liçãoRespostas desta liçãoComentário desta liçãoVideo aula
Lição 3Leia tambémSubsídios desta liçãoRespostas desta liçãoComentário desta liçãoVideo aula
Lição 4Leia tambémSubsídios desta liçãoRespostas desta liçãoComentário desta liçãoVideo aula
Lição 5Leia tambémSubsídios desta liçãoRespostas desta liçãoComentário desta liçãoVideo aula

Ads


Compartilhe!