15/11/2016

Subsídios da Lição 09 - O milagre está na tua casa


SUBSÍDIO VIDA CRISTÃ

"A viuvez no Antigo Testamento
No Antigo Testamento, a questão da viuvez já era tratada com muita atenção, inclusive, Deus advertira fortemente ao povo de Israel para que tratasse bem aos órfãos e as viúvas, caso contrário. Ele castigaria contundentemente aqueles que os oprimissem (Êx 22.22-24; Sl 68.5; Ml 3.5).
Um detalhe interessante a ser notado é que as passagens tanto do Antigo quanto do Novo Testamento, que tratam da questão da viuvez, não falam do cuidado com os viúvos, mas, sim, em relação às viúvas, uma vez que, no modelo de organização familiar daqueles tempos, a morte da esposa não mudava a posição social e económica do marido, mas o contrário, sim. Lembremo-nos que, nos tempos antigos, ou seja, no período bíblico e também durante muitos séculos depois, não havia pensão alimentícia nem seguro social, e as mulheres também não tinham tantas alternativas de emprego em nossos dias. Já para o homem, que normalmente sustentava a família sozinho, havia muitas opções, além de ser privilegiado na questão das heranças. Por esse motivo as viúvas passavam geralmente grandes necessidades.
No período bíblico, perder o marido significava para a mulher perder de forma dramática a sua posição social e económica, e, conforme lembram-nos os teólogos Merril F. Unger e William White Jr, 'a gravidade da situação era aumentada se ela não tivesse filhos' (Dicionário Vine, p. 33). No caso de não ter gerado filhos, a viúva voltava para a casa dos pais (Grt 28.1) e ficava sujeita à lei do levirato, que já era praticada antes de Moisés, mas foi estabelecida como lei, de fato, somente com ele (Dt 25.5,6)"

(COLEHO, Alexandre; DANIEL, Silas. Vencendo as Aflições da Vida. 1 ed. Rio de Janeiro: CPAD, 2012, pp. 43,44).

LIÇÃO 09 - LEIA TAMBÉM: 

SUBSÍDIO VIDA CRISTÃ

"A solução dentro de casa
O problema da dívida daquela família precisava ser resolvido. Eliseu não pensou em buscar um empréstimo para saldar aquela pendência financeira. Ele perguntou o que a que mulher tinha em sua casa. Curiosa essa pergunta, pois se a mulher veio até o profeta pedir ajuda para não ter seus filhos levados como escravos por causa de uma dívida, é plausível entender que ela não tinha bens de valor material em casa que fossem suficientes para a quitação do débito.

Inscreva-se e receba nossas publicações grátis!
Digite seu e-mail:


Enviado por FeedBurner


A mulher respondeu ao profeta: Tua serva não tem nada em casa, senão uma botija de azeite' (2 Rs 4-2). Em que um vaso de azeite seria útil em uma casa com falta de provisão? Lawrence O. Richards fala que 'óleo de oliva refinado no cozimento, cosmético e queimado como combustível na iluminação, e era sempre mantido em combustão, mesmo na casa do mais pobre dos hebreus' (Guia do Leitor da Bíblia, p. 245). É possível entender; dessa nota, que o azeite era um produto de pouco valor agregado, de baixo custo, mas essencial à vida de todos. A ordem de Eliseu à mulher foi que conseguisse muitos vasos emprestados, vazios, e que fechasse a porta de sua casa, e derramasse o pouco de azeite que tinha naqueles vasos. Obedecendo à palavra do profeta, aquela viúva viu o milagre que Deus realizou multiplicando o pouco que ela possuía. Não havendo mais recipientes onde estocar o azeite, cessou o milagre.

Aquela mulher tinha então uma grande quantidade de azeite em casa, mas parece que não sabia o que fazer com ele. Indo mais uma vez ao profeta, contou-lhe o ocorrido e ouviu dele que vendesse o azeite, pagasse a dívida e vivesse do restante. É preciso saber trabalhar com o que se tem em mãos.
A ordem era clara. Aquele milagre não aconteceu para que ela gastasse o dinheiro com coisas desnecessárias, mas sim para que pagasse a dívida adquirida por seu falecido esposo. Como servos de Deus, precisamos entender que Deus dá o necessário para as necessidades, e não para as vaidades"

(COELHO, Alexandre; DANIEL, Silas. Vencendo as Aflições da Vida. l.ed. Rio de Janeiro: CPAD, 2012, pp. 53-54).

SUBSÍDIO VIDA CRISTÃ

"Deus espera que ajamos com sabedoria em todos os momentos de nossa existência, sobretudo nas adversidades. \O pouco que aquela mulher tinha em casa foi feito em muito, mas ela precisava ser sábia no tocante ao que fazer com aquele muito que o Senhor lhe dera. Ter recursos em abundância não é suficiente para que solucionemos problemas de escassez. É preciso que saibamos utilizar o que Deus nos deu.

A orientação de Eliseu foi que a mulher vendesse o azeite e pagasse a dívida que destruiria sua família que já estava desfalcada. A mulher já tinha visto o milagre sendo operado. Agora, deveria angariar os fundos necessários com a utilização correta do milagre de Deus. Lembre-se disso: Na hora em que a despensa está vazia, não adianta ter muitos recursos se você não sabe como aproveitá-los em prol de sua subsistência e de sua família"

(COELHO, Alexandre; DANIEL, Silas. Vencendo as Aflições da Vida. l.ed. Rio de Janeiro: CPAD, 2012, p. 54).






BAIXE AQUI AS LIÇÕES:

Lição 07 - José, fé em meio às injustiças
SUBSÍDIOS
RESPOSTAS
COMENTÁRIO
BAIXAR EM PDF 4SHARED
BAIXAR EM PDF GOOGLE DRIVE
Lição 06 - Deus: O nosso provedor
SUBSÍDIOS
RESPOSTAS
COMENTÁRIO
BAIXAR EM PDF 4SHARED
BAIXAR EM PDF GOOGLE DRIVE

Lição 05 - As consequencias das escolhas precipitadas:
SUBSÍDIOS
RESPOSTAS
COMENTÁRIO
BAIXAR EM PDF 4SHARED
BAIXAR EM PDF GOOGLE DRIVE

Lição 04 - A provisão de Deus no monte do sacrifício:
SUBSÍDIOS
RESPOSTAS
COMENTÁRIO
BAIXAR EM PDF 4SHARED
BAIXAR EM PDF GOOGLE DRIVE

Lição 03 - Abraão, a esperança do Pai da fé:
SUBSÍDIOS
RESPOSTAS
COMENTÁRIO
BAIXAR EM PDF 4SHARED
BAIXAR EM PDF GOOGLE DRIVE

Lição 2 - A provisão de Deus em tempos difíceis:
SUBSÍDIOS
RESPOSTAS
COMENTÁRIO
BAIXAR EM PDF 4SHARED
BAIXAR EM PDF GOOGLE DRIVE

Lição 1 - A Sobrevivência em Tempos de Crise:
SUBSÍDIOS
RESPOSTAS
COMENTÁRIO
BAIXAR EM PDF 4SHARED
BAIXAR EM PDF GOOGLE DRIVE

Ads


Compartilhe!