19/02/2015

Subsídios da lição 09 - Não adulterarás

SUBSÍDIO TEOLÓGICO

"Geralmente o adultério era perdoado nas culturas pagãs, particularmente quanto à parte do homem que, embora fosse casado, não era acusado de adultério a não ser que coabitasse com a esposa de outro homem ou com uma virgem que estivesse noiva. O adultério é estritamente proibido tanto no Antigo Testamento quanto no Novo Testamento {Rm 13-9; Gl 5.19}.

Na Bíblia, o termo adultério é muitas vezes utilizado como uma metáfora para representar a idolatria ou apostasia da nação e do povo comprometido com Deus. Exemplos disso podem ser encontrados em jeremias 3.8,9; Ezequiel 23-26,43; Oseias 2.2-13)


(PFEIFFER, Charles F. {Ed). Dicionário Bíblico Wycliffe. 7.ed. Rio de Janeiro: CPAD, 2010, p. 35).


SUBSÍDIO TEOLÓGICO

'Incesto - O crime de coabitação ou relacionamento sexual com familiares ou parentes, que é proibido na lei de Moisés (Lv 18. 1-18). Â lista apresentada por Moisés é precedida por uma advertência de que Israel não deveria entregar-se aos pecados dos egípcios a quem eles haviam acabado de deixar, ou dos cananeus para cuja terra Deus os estava trazendo. A lista dos relacionamentos proibidos inclui; mãe, madrasta, irmã ou meia-irmã, neta, filha de uma madrasta, uma tia de ambos os lados, a esposa de um tio por parte de pai, nora, cunhada» uma mulher e sua filha, ou neta, a irmã de uma esposa viva. Uma filha e uma irmã por parte de pai e mãe não são mencionados especificamente, uma vez que já são classificadas como 'parenta da sua carne' (v.ô)" 


(PFEIFFER, Charles F. (Ed). Dicionário Bíblico Wycliffe. 7 ed. Rio de Janeiro: CPAD, 2010, p. 966).


SUBSÍDIO TEOLÓGICO

"O Senhor Jesus estendeu a culpa pelo adultério da mesma forma como fez para outros mandamentos, incluindo o propósito ou o desejo de cometê-lo ao próprio ato em si (Mt 5,28), Tecnicamente, o adultério se distingue da fornicação, que é a relação sexual entre pessoas que não são casadas. Entretanto, a palavra grega porneia, uniformemente traduzida como 'fornicação', inclui toda lascívia e irregulandade sexual)" (PFEIFFER, Charles F (Ed). Dicionário Bíblico Wycliffe. 7.ed, Rio de janeiro: CPAD, 2010, p. 35).


Compartilhe!